Collor tenta adiar, mas Fachin mantém audiência no STF para hoje - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

13 de fev de 2019

Collor tenta adiar, mas Fachin mantém audiência no STF para hoje



Collor tenta adiar, mas Fachin mantém audiência no STF para hojeA defesa do senador Fernando Collor (Pros-AL) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o adiamento de uma audiência marcada para esta quarta-feira, mas o ministro Edson Fachin negou e manteve a oitiva, na sede do STF, às 9h.
Em 2017, a Segunda Turma do STF aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal, e Fernando Collor virou réu por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e comando de organização criminosa. O processo tramita no âmbito da Operação Lava Jato.
A defesa do senador pediu o adiamento da audiência "com intuito de conhecer detidamente" o processo. Acrescentou, ainda, que o senador deveria estar "genuinamente apto" a rebater as acusações. O ministro Fachin, no entanto, rejeitou o pedido.
A Procuradoria-Geral da República acusa o grupo de Collor de ter recebido, entre 2010 e 2014, quase R$ 31 milhões em propina para viabilizar contratos da BR Distribuidora com postos de combustíveis e empreiteiras.
O senador Fernando Collor (Pros-AL) — Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado/Arquivo



O ministro Fachin afirmou, em 2017, que pelo menos três repasses foram feitos pelo doleiro e delator Alberto Youssef.
Fachin disse ainda que a acusação demonstrou claramente que parte do dinheiro foi lavada na compra de imóveis e obras de arte, incluindo um quadro de Di Cavalcanti, além de uma lancha e carros de luxo, encontrados na Casa da Dinda, a mansão da família Collor em Brasília.
A ação já passou pela fase de coleta de provas e depoimentos de testemunhas de defesa e acusação. Agora, os réus serão interrogados, e a Segunda Turma do STF decidirá se eles serão condenados ou absolvidos.
O que diz a defesa
Procurada, a advogada Livia Novak, que defende Collor, confirmou o pedido para adiar o depoimento para o cliente se preparar melhor. Mas disse que, diante da negativa do ministro, o senador irá depor nesta quarta.
Desde que as investigações começaram, a defesa de Collor nega irregularidades, afirmando que o senador provará inocência ao final do processo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI