Últimas Notícias

O Presidente do Flamengo se manifestou no Ninho do Urubu

Presidente do Flamengo se manifestou no Ninho do UrubuO presidente do Flamengo se manifestou sobre o incêndio do Ninho do Urubu. Rodolfo Landim fez um pronunciamento diante da imprensa na porta do CT. Abatido e abalado pela perda de pelo dez pessoas, a maioria atletas da base, ele apontou como a maior tragédia em 123 de história do clube.
O presidente reforçou que a prioridade é se dedicar aos familiares das vítimas e que o clube está colaborando com todas as autoridades para que as causas do incêndio sejam esclarecidas.
Veja o pronunciamento completo de Rodolfo Landim:
''Eu queria começar pedindo desculpas a vocês aqui, sei que há algum tempo, mas estava envolvido em uma série de ações emergenciais e distribuição de tarefas importantes nesse momento. Só agora consegui me desvencilhar disso
Queria dizer para vocês que estamos todos consternados. Essa é certamente a maior tragédia pela qual esse clube já passou nos últimos 123 anos com as vidas dessas 10 pessoas. O mais importantes agora é a gente se dedicar a tentar minimizar o sofrimento e a dor dessas famílias que certamente estão sofrendo muito e fiquem certos que o Flamengo está cuidando disso e não vai poupar esforços para que isso seja minimizado ao máximo.
Estamos colaborando com as autoridades para que a causa desse acidente, desse incêndio possa ser apurada. Ninguém mais do que nós tem interesse em que isso ocorra. Por fim, dizer que todos nós aqui do clube estamos sentindo uma tristeza enorme. É o que posso falar. Obrigado a todos e peço desculpas''
O incêndio de grandes proporções ocorreu na madrugada desta sexta-feira. O Corpo de Bombeiros foi chamado às 5h17 e informou que 10 pessoas morreram. Três jovens entre 14 e 15 anos também estão feridos, um deles em estado grave.

Sobre o incêndio no Ninho do Urubu:

Segundo o vice-governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, os bombeiros foram acionados às 5h14, chegaram ao Ninho do Urubu às 5h38 e apagaram o incêndio em pouco menos de uma hora. A principal linha de investigação indica que a tragédia no CT do Flamengo teve origem em um aparelho de ar-condicionado de um dos quartos do alojamento.
Há 10 mortos e três feridos. Seis dos mortos já foram identificados, todos atletas da base rubro-negra: Christian Esmério, de 15 anos; Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, de 14 anos; Pablo Henrique da Silva Matos, de 14 anos; Bernardo Pisetta, de 15 anos; Vitor Isaias, de 15 anos; e Athila Paixão.
Entre os três feridos, a situação é a seguinte: Jhonatan Cruz Ventura, 15 anos, inspira mais cuidados, uma vez que está com 35% do corpo queimado e passa por cirurgia. Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos, está no CTI, mas seu estado é estável. Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos, está lúcido e conversando.

Nenhum comentário