Em Pipiri recebe a milésima cisterna financiada pelo IVC - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

9 de mai. de 2019

Em Pipiri recebe a milésima cisterna financiada pelo IVC

A milésima cisterna de placas de cimento construída no Semiárido do Piauí pelo Instituto Viva Cidadania, de Brasília, e pelo Comitê Betinho, de São Paulo, será inaugurada nesta sexta-feira, dia 10, no Assentamento Residência, no município de Piripiri.
O coordenador do Instituto, Douglas José, e o diretor do Comitê Betinho, José Roberto, chegam, nesta quinta-feira, 10 horas, em Teresina. Na sexta-feira, às 7 horas, participam de um café da manhã na sede da Obra Kolping do Piauí e em seguida viajam para Piripiri e outros municípios da região onde o projeto de construção de cisternas está sendo executado.
As ações sociais no Piauí, apoiadas pelo Instituto e pelo Comitê na área de cisternas, iniciaram em 2015 com um projeto piloto que depois foi ampliado para outros municípios onde a escassez de água para o consumo humano é intensa no período de seca. Hoje, o projeto beneficia várias comunidades rurais de Piripiri, Cocal, Pedro II, Esperantina e Lagoa do São Francisco.
“A construção de cisternas financiadas pelo Instituto Viva Cidadania e pelo Comitê Betinho proporciona melhorias significativas na qualidade de vida de várias famílias que ainda sofrem com a falta de água no Semiárido. O programa promove a inclusão social, adotando o sistema de capacitação de mão-de-obra, como de pedreiros, na construção das cisternas, o que contribui com a inclusão na área do emprego e renda”, explica Raimundo João da Silva, coordenador Estadual da Obra Kolping do Piauí, a ONG responsável pela execução do projeto. 
Instituto Viva Cidadania e comitê Betinho
O Instituto VIVA CIDADANIA tem a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) como instituidora. Por mais de 20 anos, a ANABB realizou diversas ações relacionadas à promoção social e ao voluntariado.
Com essas iniciativas, milhares de famílias e centenas de comitês apoiados receberam contribuições que trouxeram alento, provisão e apoio à profissionalização e a diversos tipos de terapias que promovem melhor qualidade de vida para muita gente.
Tudo começou em 1993, quando a ANABB lançou o programa “Brasil Sem Fome”, que apoiou, por meio de parcerias, a campanha da “Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida”, idealizada por Herbert de Souza, o Betinho.
Na época, os funcionários do Banco do Brasil criaram cerca de 2.400 Comitês de apoio à campanha idealizada pelo sociólogo. A ANABB patrocinou a confecção de camisetas com a marca “cidadania” para que os Comitês pudessem vender e reverter a quantia arrecadada para projetos de combate à fome. Diante da oferta de ajuda de seus associados e do potencial de voluntariado dos Comitês, a Associação começou a intermediar a doação de recursos para projetos de cidadania.
Em 2007, o programa “Brasil Sem Fome” foi reformulado e passou a ser conhecido como “Programa ANABB Cidadania”. Com o programa, cerca de 120 comitês foram beneficiados, mais de 60 projetos premiados em cinco edições do Prêmio Cidadania e mais de R$ 1,5 milhão investido em projetos sociais em todo o país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI