9 de julho, terça-feira – Os destaques da mídia nacional hoje - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

9 de jul. de 2019

9 de julho, terça-feira – Os destaques da mídia nacional hoje



Três ministros de Estado voltarão à Câmara dos Deputados para votar a proposta de reforma da Previdência, que entra em fase decisiva. São eles: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo). A nova lei do cadastro positivo entra em vigor, mas de forma incompleta. Neste 9 de julho, teste seus conhecimentos sobre a Revolução Constitucionalista. E conheça atrações da Flip 2019.

Jornais em um quiosque foto de stock royalty-free
Três ministros de Estado com mandatos de deputados voltarão à Câmara para votar a proposta de reforma da Previdência em plenário.Já foram exonerados nesta terça Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo). Falta sair a exoneração de Tereza Cristina (Agricultura), que está em viagem ao exterior e deve ser exonerada em edição extra do Diário Oficial assim que voltar. Osmar Terra (Cidadania), que também tem mandato de deputado, não participará da votação, pois seu suplente, Darcísio Perondi (MDB-RS), é favorável à reforma.

“Os ministros que têm mandato já estão liberados para participar da votação. O presidente entende que a presença deles em plenário há de reforçar a presença do governo em plenário”, disse o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

Reforma da Previdência: fase decisiva

Após cinco meses de tramitação, a proposta de reforma da Previdência deve entrar hoje em sua fase decisiva, com o início das discussões do texto no plenário principal da Câmara. Fiador da PEC no parlamento, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), movimenta as últimas peças do xadrez político para viabilizar a aprovação da proposta até o final desta semana. Ele também articula um esforço final para tentar incluir estados e municípios na reforma previdenciária na fase de plenário, embora governistas avaliem que é improvável. Entenda a tramitação e a votação. A corrida contra o tempo se explica pelo fato de que o recesso parlamentar de julho começa no dia 18.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI