Mulher que agrediu Padre Marcelo Rossi tem transtorno bipolar - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

15 de jul. de 2019

Mulher que agrediu Padre Marcelo Rossi tem transtorno bipolar

A mulher que agrediu Padre Marcelo Rossi enquanto ele celebrava a missa de encerramento do acampamento "Por Hoje Não" (PHN), apresenta quadro de confusão mental, transtorno bipolar e faz tratamento psiquiátrico, de acordo com o que informou a Polícia Civil de São Paulo. A agressora que não teve a identidade revelada, tem 32 anos, e viajou do Rio para Cachoeira Paulista (SP) acompanhada do filho de 2 anos, em uma caravana. As informações são do Extra. 
Segundo a polícia, a mulher acessou o palco pela rampa lateral, pulou as caixas de som, conseguiu se desvencilhar dos seguranças, correu em direção ao religioso e o empurrou. Apesar da queda, o Padre Marcelo Rossi não se feriu. Ele foi atendido pela equipe médica do evento e voltou para terminar a celebração.
Após a agressão, a mulher foi levada para a delegacia de Lorena (SP) por policiais militares. O caso foi registrado como lesão corporal, mas o padre não quis prestar queixa contra a mulher. Ela foi liberada da delegacia e encaminhada ao atendimento da equipe médica e social da Comunidade Canção Nova, junto com o filho e a responsável pela caravana.
Em um vídeo gravado pela Comunidade Canção Nova, o padre afirma que está bem e que apenas sente algumas dores. Ele foi atendido atendido equipe médica do evento e presidiu a celebração até o fim.
"Canção Nova, glória a Deus, Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente. Estou ótimo. Fiquem tranquilos, estou bem, apenas umas 'dorzinhas' (sic), isso é normal, não quebrou nada. Amém".
Assista:



Tópicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI