Fiscalização TCE-PI aponta irregularidades em escolas no interior - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

20 de ago. de 2019

Fiscalização TCE-PI aponta irregularidades em escolas no interior



Um relatório de fiscalização realizado por técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) apontou uma série de irregularidades em escolas do interior do estado. Das 39 escolas, de 11 municípios piauienses, foram identificados problemas que vão desde a ausência de bibliotecas e laboratórios de ciências e informática, até a falta de acesso a itens básicos, como água filtrada e banheiros.


Além disso, os técnicos do TCE identificaram problemas relacionados à falta de professores efetivos e irregularidades no transporte escolar das crianças, em muitos casos, realizado em veículos do tipo ‘pau de arara’.


Escola Municipal João Caciano, em Barreiras do Piauí, não oferece condições mínimas de funcionamento(Foto: Divulgação/TCE-PI)





De acordo com o relatório, 92% das escolas inspecionadas não possuem biblioteca, 95% não possuem laboratórios de informática e nenhuma possui laboratório de ciências.

Outra constatação apontada é que a maioria das escolas visitadas não possui dependências acessíveis para pessoas com deficiência física.

O relatório

O relatório é resultado de uma fiscalização realizada em 39 escolas, que foram escolhidas por amostragem, após a indicação do Conselho Estadual de Educação.

Os técnicos do TCE visitaram escolas de 11 municípios: Barreiras do Piauí, Parnaguá, Floresta do Piauí, Jurema, Porto, Jerumenha, São João do Piauí, Massapê, Santo Antônio dos Milagres, Novo Oriente do Piauí e Batalha.

Os auditores colheram informações acerca das instalações do prédio, ambiente, equipamentos e mobiliários, biblioteca, laboratório de informática e de ciências, cantina, entre outros pontos.



O relatório de fiscalização será avaliado pelo Ministério Público de Contas e depois será analisado pelo conselheiro Delano Câmara, que apontará, em seu voto, as decisões pertinentes para apreciação em plenário.

Fonte: Com informações do TCE-PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI