Polícia Civil do Piaui prende acusado de homicídio que deixou carta dizendo ser 'lobisomem' - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

2 de ago. de 2019

Polícia Civil do Piaui prende acusado de homicídio que deixou carta dizendo ser 'lobisomem'



A Polícia Civil do Piauí cumpriu um mandado de prisão preventiva contra Cleiton Ricardo Pereira de Sousa, apontado como autor do assassinato de Antônio Marcos de Souza "Lalá", na madrugada da última segunda-feira (29).

O crime ocorreu na residência do suspeito, no bairro Itacoatiara, em Piripiri. E a prisão foi efetuada no final da tarde de quinta-feira (1º).

Depois de praticar o assassinato, Cleiton deixou uma carta para sua mãe, afirmando que era um "lobisomem". "Mamãe, eu tive que fugir. Me desculpa. Vou ficar bem, mas não posso ficar aqui porque eu me transformo em lobisomem", escreveu na carta.


Conforme as investigações da Polícia Civil, na noite do crime o autor Cleiton Ricardo esteve em companhia da vítima num bar situado no Centro de Piripiri. De lá eles seguiram para a residência de Cleiton, supostamente com o intuito de manter relações sexuais. 

No local, eles teriam continuado a ingerir bebidas alcoólicas, até que iniciaram uma discussão e o autor desferiu vários golpes da tesoura contra a vítima, atingindo-a no tórax e pescoço. Antônio Marcos de Souza "Lalá" não resistiu aos ferimentos. 

Ainda de acordo com a Polícia, mesmo depois de ter matado a vítima, Cleiton Ricardo continuou desferindo vários outros golpes de tesoura no corpo de Antônio Marcos, inclusive nos órgãos genitais.

O suspeito teria fugido da cidade logo em seguida, e se apresentou na Delegacia de Campo Maior três dias depois. 

"Apesar de não estar mais em situação de flagrante e ter se apresentado em uma Delegacia de Polícia Civil, em outra circunscrição, três dias depois, o autor do crime foi preso, já que, em Piripiri, a Polícia Civil havia representado por sua prisão e o Poder Judiciário prontamente acatou o pedido, decretando-a", detalha o delegado Jorge Terceiro. 

Em seu interrogatório, realizado pela delegada Camila Miranda, em Campo Maior, Cleiton Ricardo confessou a prática do crime e contou detalhes de como matou Antônio Marcos. 

Ele disse que agiu sozinho e que realmente é o autor da carta encontrada no local do crime. Sobre a menção à figura de um "lobisomem", Cleiton afirmou que decidiu escrever isso porque as lesões que causou na vítima eram parecidas com as que ele viu serem feitas por esse tipo de monstro imaginário, num filme de terror que viu.

Ainda durante a noite de quinta-feira o suspeito foi levado para Piripiri. Após ser novamente interrogado acerca de outros detalhes do crime, ele foi recambiado no início da tarde desta sexta-feira (2) para uma unidade do sistema penitenciário estadual, onde aguardará seu julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI