Aulas remotas da rede pública estadual iniciam dia 05 de agosto - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de jul. de 2020

Aulas remotas da rede pública estadual iniciam dia 05 de agosto

Foto: Roberta Aline

Após o recesso, as aulas da rede estadual de ensino retornarão no próximo dia 5 de agosto de forma remota, onde os alunos terão aulas online e receberão material impresso no caso de não terem acesso as plataformas digitais.

Os gestores,diretores,  professores e equipe escolar como um todo receberão orientações para o replanejamento pedagógico para o retorno das aulas remotas. Nos dias 03 e 04 de agosto, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio das  Unidades de Ensino fará uma atividade online com esse público, visando avaliar o trabalho desenvolvido nesse primeiro momento e dando suporte para o planejamento do ensino de forma remota.

Para a diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, Maria José Mendes, este é um momento ímpar para rever toda a trajetória pedagógica vivenciada no ano de 2020 até o presente momento,e intensificar os projetos e as ações que agregaram valor ao percurso escolar. Na oportunidade serão apresentados o retorno do Mais Aprendizagem e das formações do Chão da Escola.

” Assim, teremos a oportunidade de replanejar todas às atividades escolares com o olhar direcionado para os resultados de ensino aprendizagem do corpo docente e discente, obtidos em todos os componentes curriculares e, em especial, Língua Portuguesa e Matemática, com o objetivo de melhoria no o desempenho escolar. É Momento de olhar para nosso trabalho realizado até julho de 2020 e replanejar nossas ações em curso do ano corrente”, disse a diretora.

O secretário de educação, Ellen Gera ressalta a importância de analisar os dados dos indicadores de resultados e aprendizagem, olhando para o plano de ação da escola, da regional e da Seduc para que se possa corrigir rotas e caminhar de forma adequada,  alinhados com o que foi planejado.

“A educação em nosso Estado deve cumprir seu propósito, sem deixar esquecido o desenvolvimento da capacidade cogniva, analítica e socioemocional dos alunos  jovens e a consciência de que isso só é possível por um sistema educacional eficiente, no qual a inclusão não depende apenas da inserção coletiva, mas também do comprometimento sério de cada um de nós enquanto dirigentes, professores, responsáveis pela educação nas escolas e fora dos muros escolares. Somos testemunhas de todos os avanços conquistados com trabalho e discernimento, e isto demonstra que estamos no rumo certo, mas sabemos que ainda há muito a conquistar. Dialogar sobre as dúvidas e refletir sobre os cenários das escolas no momento atual, são imprescindíveis”, concluiu o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI