Floriano continua com lockdown e proíbe a venda de bebida alcoólica - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

21 de ago. de 2020

Floriano continua com lockdown e proíbe a venda de bebida alcoólica


Floriano continua com lockdown e proíbe a venda de bebida alcoólica
A Prefeitura da cidade de Floriano, no sul do Piauí, publicou no fim da tarde desta quinta-feira, 20 de agosto, um novo decreto municipal que dispõe sobre o funcionamento de estabelecimentos e atividades durante os próximos finais de semana, em regime especial de prevenção ao novo coronavírus.

Durante o Regime Especial de Prevenção, determinado para os dias 22/08 (sábado); 23/08 (domingo); 29/08 (sábado) e 30/08 (domingo), somente poderão funcionar: farmácias; pontos de alimentação localizados às margens das rodovias; serviços de saúde; imprensa; autoatendimento bancário; postos de combustíveis localizados às margens de rodovias, com exceção de suas respectivas lojas de conveniências; e serviço de delivery exclusivo para alimentos.

O Artigo 2º determina que, no período de 21 a 30 de agosto, fica suspensa a comercialização de bebidas alcoólicas, inclusive via aplicativos de internet ou contato telefônico, para entrega no sistema delivery de qualquer natureza, em todos os estabelecimentos comerciais. Nos locais que comercializam produtos diversos, todas as seções e departamentos de bebidas alcoólicas deverão ser lacrados, sendo proibida, inclusive, a comercialização. Os locais que comercializam exclusivamente bebidas alcoólicas deverão permanecer fechados.


O descumprimento do decreto prevê multas que variam de 1.000 (mil) a 10.000 (dez mil) UFMF (Unidade Fiscal do Município de Floriano), que corresponde a valores de 2020 a R$3,53 a unidade, ou seja, as multas vão de R$3.530,00 a 35.300,00. Havendo reincidência, além da multa, o infrator poderá ter a decretação da interdição total do estabelecimento, além da cassação do alvará de funcionamento.


Prefeitura de Floriano divulga novo decreto com medidas restritivas (Secom)



O secretário de Governo, Bento Viana, explicou que as medidas são rígidas, mas necessárias, considerando o alto índice de transmissibilidade do coronavírus e o aumento do número de casos, neste momento em Floriano, boa parte, provocados pelo alto número de aglomerações e não uso de máscaras em eventos particulares, motivados pelo consumo de bebida alcóolica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI