FMS vai desativar duas viaturas do SAMU a partir de setembro; sindicato pede reconsideração - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

26 de ago. de 2020

FMS vai desativar duas viaturas do SAMU a partir de setembro; sindicato pede reconsideração

 Foto: FMS/divulgação

A partir da próxima terça-feira (1º), duas viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) serão desativadas pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Ao Cidadeverde.com, a FMS esclareceu que a desativação segue cronograma feito pela gestão e que não haverá prejuízo à população. No entanto, a direção do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí (Senatepi) entrou com ofício junto a FMS solicitando a não desativação por acreditar que ainda não seja o momento devido a pandemia da Covid-19. 

O presidente do SENATEPI, Erick Riccely, comenta que "um ato administrativo determinou o fechamento das unidades móveis e a liberação de toda equipe de profissionais já treinados para atender casos Covid-19". 

"Acreditamos que ainda não é o momento de desativar as ambulâncias. Apesar de estável o número de casos da doença, essa medida acontece quando várias atividades econômicas estão retornando as atividades. Ainda não sabemos como essa reabertura vai impactar nos atendimentos", diz Erick Riccely. 

O sindicato acredita que "os atendimentos a pacientes com Covid-19 serão remanejados para unidades que já prestam assistência para traumas e outras urgências. Atualmente, por turno, a equipe de cada viatura  atende em média sete pacientes com a doença".

"Estamos solicitando que as unidades móveis sejam mantidas até o mês de outubro após reavaliação dos níveis de transmissão e infecção pela Covid-19", acrescenta Erick. 

NOTA

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina esclarece que vai desativar as viaturas 2907 e 2906 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), ação que segue cronograma do planejamento feito pela gestão. As viaturas citadas estão sendo subutilizadas, atendendo em média seis ocorrências em 24h. Para otimizar os recursos públicos, elas serão desativadas. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência continuará funcionando normalmente com 8 ambulâncias de suporte básico, 4 motolâncias e 4 ambulâncias de suporte avançado, sendo que uma destas é exclusiva para atender casos Covid. Todas as unidades do SAMU e profissionais são treinados para atender ocorrências diversas, incluindo casos de Covid-19. A FMS garante que não haverá prejuízo para a população. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI