Telegram cresce em popularidade e alcança 35% dos brasileiros - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

29 de ago. de 2020

Telegram cresce em popularidade e alcança 35% dos brasileiros


O WhatsApp é indiscutivelmente o aplicativo mais popular do Brasil: está presente em 99% dos smartphones. Mas o Telegram vem conquistando seu espaço e está instalado em 35% dos aparelhos, segundo a nova edição da pesquisa da Mobile Time/Opinion box sobre o uso de aplicativos de mensagem no Brasil. Em julho do ano passado, essa fatia era de 19%.

Algumas funcionalidades do Telegram ajudam a explicar a crescente popularidade do aplicativo entre os brasileiros, além de uma percepção de que seria mais seguro.

Telegram cresce no Brasil

Enquanto o WhatsApp tem limitado o tamanho de grupos e o envio de mensagens para tentar controlar a disseminação de fake news, o Telegram permite formar grupos de até 200 mil pessoas.

O aplicativo também permite chats secretos e mensagens que se autodestroem.


Fundado em 2013 na Rússia pelos irmãos Nikolai e Pavel Durov, o Telegram funciona na nuvem e tem sede em Dubai. Nos últimos anos, mudou de jurisdição várias vezes para fugir de problemas regulatórios. Números sobre o negócio são escassos. Em 2018, os irmãos Durov captaram US$ 1,7 bilhão com grandes fundos para desenvolver um software de blockchain e lançar uma criptomoeda, a gram.

O aplicativo tinha 200 milhões de usuários ativos em todo mundo em 2018 — número que equivale ao que o WhatsApp tem só no Brasil. No mundo, o WhatsApp já tem 2 bilhões de usuários ativos.

O Telegram é mais popular entre homens da classe A/B. E ganhou bastante visibilidade quando o chamado escândalo da Vaza Jato revelou que o então juiz Sérgio Moro e procurador Deltan Dallagnol eram usuários do aplicativo, em junho do ano passado.



Até pouco antes do vazamento que revelou os bastidores da força tarefa Lava Jato de Curitiba, o Telegram estava praticamente estagnado. Desde 2017 não saia da casa dos 15% de penetração. 



Mas nem todo mundo que baixa é um usuário frequente. Enquanto todo mundo que tem o WhatsApp acessa o aplicativo praticamente todo dia, no Telegram, só metade de quem instalou o aplicativo tem esse hábito. E 16% não entra no app nunca ou quase nunca.

Em sua 5ª edição, a pesquisa "Panorama Mobile Time/Opinion Box — Mensageria no Brasil" ouviu 2.046 pessoas ao longo do mês de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI