A poesia nutre o espírito e cura a mente - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de set. de 2020

A poesia nutre o espírito e cura a mente


Os poetas, aliás, os artistas em geral, não morrem. Eles apenas encantam-se a fim de, infinitamente, encantarem as pessoas com o legado artístico que, publicado, pertence a todos, uma vez que o ser humano precisa de arte para ser menos incompleto."

Mário Quintana

A poesia sempre me causou encantamento. Nela, desde muito cedo, encontrei esse sentido que Mário Quintana nos passou, de que o ser humano precisa de arte para ser menos incompleto. Num dia desses de isolamento social, revi uma palestra memorável do imortal maranhense Ferreira Gullar, na qual, entre muitos ótimos depoimentos, ele nos diz que a beleza da poesia consiste em não depender das estruturas da realidade; não revelar a realidade, mas inventá-la. A poesia, portanto, é uma forma diferente de ver o mundo.

Mário Quintana

De Ferreira Gullar, volto a Quintana, para lembrar outro achado que ele nos legou, ao dizer que "um poema não é para te distraíres como com essas imagens mutantes de caleidoscópios.


Um poema não é quando te deténs para apreciar um detalhe

Um poema não é também quando paras no fim,

porque um verdadeiro poema continua sempre…

Um poema que não te ajude a viver e não saiba preparar-te para a morte não tem sentido: é um pobre chocalho de palavras."

Esse sentido, esse papel, esse desempenho da poesia na vida dos humanos, vê-se, vai além do meramente literário, do prazer que um bom verso traz ao espírito da gente. Além de nos tornar, portanto, menos incompletos, tem um poder de cura que vem sendo descoberto e aplicado pela ciência, pela medicina, pela psiquiatria, pela psicologia, de maneira crescente, com resultados extraordinários.



Sabe-se hoje, cada vez mais, que a poesia tem enorme efeito sobre o nosso cérebro. A ciência vem pesquisando há algum tempo os correlatos neuronais e os circuitos cerebrais que podem interferir na leitura da poesia. Embora a pesquisa seja inicial, os resultados já se mostram fascinantes.

A poesia é o registro mais antigo da literatura e sempre acompanhou a humanidade, dando-nos,a ssim, a dimensão sobre o impacto que a linguagem poética pode ter em nosso estado emocional e cognitivo.

Estudos recentes realizados com imagens cerebrais desenvolvidos pela medicina estão começando a oferecer muitas pistas sobre os correlatos neurais e os mecanismos cerebrais envolvidos no ato de ler ou ouvir poesia.


Ao contrário de outros tipos de leituras que estão mais associados a várias estruturas localizadas no lado esquerdo do cérebro, a poesia ativa fortemente áreas relacionadas à introspecção. A resposta emocional à literatura, em geral, compartilha zonas de ativação com a música. No entanto, as áreas do hemisfério direito são as que mais parecem estar relacionadas à poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI