Firmino pede cautela após Teresina ficar 24h sem óbitos por Covid-19 - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de set. de 2020

Firmino pede cautela após Teresina ficar 24h sem óbitos por Covid-19


Pela primeira vez em quase seis meses, Teresina ficou sem nenhum registro de óbitos por Covid-19. O dado é do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) deste domingo. O levantamento aponta 50 novos casos da doença, fazendo com que a capital piauiense chegasse a 28.332 casos e 962 mortes por infecção pelo novo coronavírus. 

O prefeito Firmino Filho analisou os números e destacou que, apesar da queda no número de casos e também de óbitos pela doença, o momento ainda requer cautela. “Demos passos importantes na luta contra a Covid-19, que já fez 962 vítimas na nossa cidade, mas é importante destacarmos que o vírus ainda estar circulando. Ainda não temos vacina e o único meio de prevenção continua sendo as medidas de segurança, como manter o distanciamento social, o uso da máscara e a higienização frequente das mãos”, ressalta. 


O prefeito Firmino Filho analisou os números e pede cautela


Dados do Painel Epidemiológico mostrou também uma queda no número de óbitos nas últimas semanas, principalmente entre as semanas 35 e 36, quando a redução chegou a 38%. Considerando a média móvel dos últimos sete dias, o número de mortes de residentes caiu 41,38%. “Essa redução pode estar relacionada à estratégia que estamos adotando desde o início da pandemia, quando reforçamos as medidas de isolamento social e demos início a reestruturação de toda a rede de saúde para atender os casos. Fizemos uma reabertura das atividades econômicas de forma planejada, gradual, para que pudéssemos ter uma segurança maior com o retorno e continuamos monitorando para que o número de casos não aumente”, elencou o prefeito.

A médica infectologista do Centro de Operações em Emergências (COE) da FMS, Amparo Salmito, ressalta que a vigilância não pode parar. “Estamos com decréscimo quanto ao número de casos e óbitos ocasionados pela Covid-19. Mas a recomendação é vigilância total e incessante. O mundo assiste, em alguns países bem mais desenvolvidos que o Brasil, o retorno de confirmação de casos, que pode ocasionar em nova onda, como é o caso da China, Itália e Espanha e, mais recentemente, as suspeitas de possíveis reinfecções”, diz.

A maioria dos óbitos, 54,98%, foi de pacientes do sexo masculino e 45% do sexo feminino. A distribuição dos óbitos em residentes por faixa etária mostra que mais de 70% ocorreram em pacientes acima de 60 anos. Permanece o registro de apenas um óbito por Covid-19 em menores de 20 anos. 80% desses óbitos estavam relacionados à presença de comorbidades. “Observamos que as principais comorbidades relacionadas aos óbitos por Covid-19 foram cardiopatias, incluído hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus e outras”, afirma a 

Ainda segundo o Painel Epidemiológico da FMS, desde o início da pandemia, 12.565 pessoas ficaram recuperadas da doença. Integram o grupo dos recuperados aquelas pessoas com Covid-19 que tiveram alta após atendimento na rede hospitalar e também as que estavam com quadro leve da doença e fizeram o tratamento em casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI