Prêmio da Copa do Brasil vira fortuna ainda mais valorizada com pandemia - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

16 de set. de 2020

Prêmio da Copa do Brasil vira fortuna ainda mais valorizada com pandemia

 Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Competição do futebol nacional com o maior número de clubes - 91 participantes neste ano-, a Copa do Brasil retorna nesta quarta-feira (16) em sua quarta fase. Os dez clubes envolvidos lutarão pela classificação às oitavas de final que renderá R$ 2,6 milhões como premiação.

Os valores pagos pela Confederação Brasileira de Futebol às equipes por mérito esportivo ao longo do torneio são um recurso ainda mais valorizado em 2020, ano marcado por grande queda de receitas no esporte devido à pandemia da Covid-19. Desde março, quando o calendário nacional foi interrompido pela quarentena, os clubes perderam faturamento.

De acordo com estudo do Itaú BBA, divulgado em agosto, a pandemia cortou quase 30% do faturamento dos clubes de futebol, principalmente com bilheteria, vendas de jogadores, direitos de transmissão, contratos de publicidade e perdas em programas de sócio-torcedor. Nas 24 equipes mais bem colocadas no ranking da CBF, a queda em 2020 é de R$ 1,3 bilhão a R$ 1,7 bilhão (22% a 28%) em comparação com os R$ 5,8 bilhões arrecadados em 2019.

Em junho, um estudo da EY mostrou que a retração econômica colocará os clubes em um patamar semelhante a 2016. Ou seja, o futebol brasileiro pode retrair quatro anos em 2020.

Nesse sentido, a premiação da Copa do Brasil ganha ainda mais valor, pois poderá corresponder a uma porcentagem maior do faturamento dos clubes na temporada. Além disso, os valores aumentaram significativamente nestes quatro anos: em 2016, a classificação para as oitavas de final pagou R$ 840 mil –em 2020, mais que triplicou, num processo gradual de valorização da competição.

Quem está de olho nestes R$ 2,6 milhões são Fluminense, Atlético-GO, Brusque, Ceará, Ponte Preta e América-MG, que entram em campo hoje (16), além de Botafogo, Vasco, Juventude e CRB, que jogam amanhã (17). Os confrontos de volta serão nos dias 22, 23 e 24 de setembro.

Após a definição dos cinco classificados, haverá sorteio para definir o chaveamento das oitavas de final. A próxima fase contará ainda com os oito clubes envolvidos na Libertadores (Athletico, Corinthians, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, São Paulo e Santos), o campeão da Copa do Nordeste 2019 (Fortaleza), o campeão da Copa Verde do ano passado (Cuiabá) e o campeão da Série B (Red Bull Bragantino).

Classificação às quartas de final rende premiação de R$ 3,3 milhões. Quem avançar para a semifinal embolsa mais R$ 7 milhões. Por fim, o vice-campeão recebe R$ 22 milhões e o grande vencedor da Copa do Brasil fatura R$ 54 milhões. O valor total, somando todas as fases, pode chegar a R$ 72,8 milhões para o campeão, além de vaga na Libertadores e na Supercopa do Brasil de 2021. Dá para pagar umas contas.

Veja a tabela da 4ª fase da Copa do Brasil:
Botafogo x Vasco
Ida: Nilton Santos, quinta (17/9), às 19h
Volta: São Januário, 23/9, às 21h30.

Fluminense x Atlético-GO
Ida: Maracanã, quarta (16/9), às 21h30
Volta: Olímpico, 24/9, às 20h.

Brusque x Ceará
Ida: Augusto Bauer, quarta (16/9), às 21h30
Volta: Castelão, 23/9, às 21h30.

Ponte Preta x América-MG
Ida: Moisés Lucarelli, quarta (16/9), às 19h
Volta: Independência, 22/9, às 21h30.

Juventude x CRB
Ida: Alfredo Jaconi, quinta (17/9), às 16h
Volta: Rei Pelé, 22/9, às 19h.

 

 

Fonte: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI