Vereadora acusada de roubar auxílio de morador tem mandato cassado em Santa Rosa do Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de set. de 2020

Vereadora acusada de roubar auxílio de morador tem mandato cassado em Santa Rosa do Piauí


A vereadora Patrícia Oliveira (PP), acusada de aplicar golpe e roubar Auxílio Emergencial de morador de Santa Rosa do Piauí, município localizado a 280km de Teresina, teve seu mandato cassado na terça-feira (29) durante uma sessão plenária da Câmara Municipal de Vereadores da cidade. 

A sessão contou com a presença dos vereadores Karlos Júnior, Antônio de Constâncio, Dinar Lima, Ricardo Messias, Luiz de Henrique e Geraldo Soares. Já os vereadores Renildo Bezerra, Evaldo Rodrigues e a acusada Patrícia Oliveira não compareceram. 

Vereadora Patrícia Oliveira (PP)

A decisão foi tomada por meio de votação que resultou em seis votos a favor e nenhum contra, havendo três abstenções. A vereadora Patrícia Oliveira teve seu mandato cassado por 2/3 dos votos da casa votarem a favor. 

Ela agora perde o mandato de vereadora e fica com seus direitos políticos suspensos por cinco anos. A Câmara vai empossar o suplente Maria Vieira (PTB), nesta sexta-feira (04/10).

Entenda o caso

Um morador do município de Santa Rosa do Piauí acusa a vereadora Patrícia Oliveira (PP) de ter lhe dado um golpe e roubado seu auxílio emergencial, após ele ter pedido ajuda para ter acesso a plataforma do benefício. 


De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal- MPF da cidade de Floriano, a vítima teria procurado a parlamentar em abril para ter acesso ao benefício do Governo Federal e entregue seus documentos pessoais para um homem de confiança dela.

Vereadora Patrícia Oliveira (PP)

Após mais de 3 meses sem resposta, a vítima se dirigiu até o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS, onde descobriu que seu auxílio tinha sido aprovado e três parcelas já tinham sido pagas, porém todo o saldo havia sido gasto. Segundo a denúncia, no cadastro do auxílio a parlamentar teria colocado seu próprio e-mail e o telefone de uma pessoa de sua confiança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI