Governador autoriza e Defesa Civil vai suprir Operação Carro-Pipa no Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

5 de nov. de 2020

Governador autoriza e Defesa Civil vai suprir Operação Carro-Pipa no Piauí

 Foto: Exército Brasileiro

O governo do Piauí autorizou a Secretaria da Defesa Civil a socorrer as comunidades que não serão assistidas pela Operação Carro-Pipa do governo federal. Nesta quarta-feira (4), o Exército anunciou que os trabalhos estão suspensos por falta de recursos. O estado deve desembolsar R$ 3 milhões para suprir a operação financiada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.  

“Por conta dessa situação o governador já autorizou a atender os municípios em situação mais crítica com recursos do estado. Complica, pois é uma operação que existe há muitos anos. É uma operação que dá suporte a essa região do semiárido”, informou o secretário de Defesa Civil, Geraldo Magela. 

Até o momento, 49 municípios do Piauí já decretaram situação de emergência por conta da estiagem. 

“A seca vem na mesma faixa dos anos anteriores, chegamos a 49 municípios em situação de emergência, que é a média anual. Essas chuvas amenizam um pouco principalmente em relação aos focos de incêndio e acumulam um pouco de água, não ainda para atender a população totalmente, mas já ameniza”, afirma o secretário.

Magela disse ainda que o Piauí também solicitou recursos do governo federal para o enfrentamento à estiagem, mas não obteve retorno.

“O governador já determinou pra não deixar a população sem atendimento, autorizou que atenda em situações mais extremas. Nós também solicitamos recursos para a Defesa Civil nacional e de fato não conseguimos sucesso”, declarou.

O secretário explica que a primeira ajuda é sempre feita pelas prefeituras, quando a situação se agrava, é que os municípios recorrem ao estado. “A população sempre procura primeiro o município. As prefeituras atendem na medida do possível. Quando a situação fica mais grave e mais pessoas precisam de apoio, o custo fica caro para o município e eles pedem apoio ao estado. Estamos cadastrando os pipeiros da própria região”, destacou, ressaltando que devem ser gastos R$ 3 milhões.

“Mesmo não tendo o apoio do governo federal, o governador autorizou que a gente atendesse e não deixasse ninguém sem atendimento”, declarou, destacando a situação da região.

“O Nordeste tem a região de semiárido mais povoada da terra. A gente vem convivendo e melhorando ao longo dos anos e com ações governamentais a situação dessa população”, lembra Magela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI