Dr. Pessoa apresenta prioridades e critica ausência de Progressistas em reunião - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

11 de jan. de 2021

Dr. Pessoa apresenta prioridades e critica ausência de Progressistas em reunião

 Atualizada às 10h30

A reunião entre Doutor Pessoa e a bancada federal chegou ao fim. No encontro, realizado na manhã desta segunda-feira(11) na presidência da Assembleia Legislativa,  o prefeito da capital reforçou o pedido de apoio para criação do hospitais da mulher e do idoso, e para a construção de um viaduto na Avenida Frei Serafim. Ele reforçou que a saúde deve ser prioridade diante do impacto que a rede sofreu devido a pandemia do coronavírus. 

"Foi mais uma conversa inicial, para que a gente pudesse discutir o que é de interesse de Teresina. Vamos ter outras conversas para aprofundar mais a discussão. Queremos o apoio dos parlamentares para a construção do hospital da mulher, que vive a violência do feminicídio, e do hospital dos idosos. A saúde é a nossa prioridade", disse

PUBLICIDADE

Doutor Pessoa criticou a ausência dos parlamentares progressistas. O presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira, e as deputadas Iracema Portela e Margarete Coelho não compareceram ao encontro. os únicos representantes do partido eram o senador Elmano Ferrer e o deputado Atila Lira, que é o coordenador da bancada federal.

"Eu não entendo porque eles não vieram se era uma reunião apartidária. Era para estar todo mundo. Pode ter certeza que quem mandar emenda vai ser aplaudido pelo Doutor Pessoa, independente de partido. Estamos abertos ao diálogo", disse. 

 

Atualizada às 9h05

Em café da manhã com membros da bancada federal na manhã desta segunda-feira (11), o prefeito Doutor Pessoa afirmou ter prioridades na área da saúde e também na realização de obras de mobilidade urbana. Doutor Pessoa afirma que as diferenças partidárias devem ser deixadas de lado e toda bancada deve se unir para o desenvolvimento da capital.

"São muitas as prioridades, mas o meu desejo é que nós possamos ter apoio com emendas para a construção do hospital da mulher, do hospital do idoso, e de um viaduto na capital. São obras importantes. Tenho que ouvir o que os deputados vão colocar, mas da parte da prefeitura queremos todo tipo de apoio e parceria. Pode ter certeza que todo deputado que enviar emendas para o desenvolvimento de Teresina eu vou bater palmas.O  importante é desenvolvimento da cidade", destacou o prefeito, durante o encontro que acontece na manhã desta segunda (11) na presidência da Assembleia Legislativa.

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

O senador Elmano Ferrer falou sobre a importância de parcerias com o governo Jair Bolsonaro. "A bancada está à  disposição da Prefeitura. Não importa quem seja o prefeito, a bancada sempre ajuda a capital. Da nossa parte,trazemos recursos por meio de parceria com o o governo federal, isso tem sido muito importante para obras de infraestrutura e para o desenvolvimento de Teresina. O prefeito doutor Pessoa pode contar com nossa colaboração", disse. 

Estão presentes na reunião os deputados federais Marina Santos (SD), Rejane Dias (PT), Flávio Nogueira (PDT), Fábio Abreu (PL), Átila Lira (PP) e os senadores Elmano Ferrer(PP) e Marcelo Castro (MDB). O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho(MDB) também marca presença no encontro. 

Foto: Semcom/PMT

A deputada Rejane Dias (PT) afirmou que no encontro com Dr. Pessoa vai apresentar um cronograma de prioridades.

"Vamos tratar sobre o orçamento, emendas para Teresina. O prefeito sempre se reúne com a bancada federal. Tratamos daquilo que entende que é prioridade para o munícipio. Vamos ouvir porque ele tem um planejamento do que precisa de investimentos", disse. 

Os deputados têm direito a 15 emendas impositivas, além das emendas autoritárias. De acordo com o senador Marcelo Castro (MDB), as emendas impositivas são superiores a R$ 200 milhões.

"O valor passa de R$ 200 milhões. Essa é a  parte impositiva. Mas ainda tem a parte autorizativa. As impositivas são as RP7 e as autorizativas chamadas de RP2. Precisamos trabalhar tanto uma quanto a outra. A diferença é que a impositiva, o executivo é obrigado a executar. A autorizativa, o governo executa se quiser. Mas normalmente executa", disse Castro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI