Policial sofre tentativa de homicídio dentro de DP em Teresina - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

17 de mar. de 2021

Policial sofre tentativa de homicídio dentro de DP em Teresina

 Google Maps

Na tarde desta terça-feira(16), o policial civil Tião, plantonista do 6º Distrito Policial (Piçarra), sofreu uma tentativa de homicídio enquanto trabalhava no DP. O homem estava armado de faca e tentou atacar o agente, que conseguiu imobilizá-lo. 

De acordo com o secretário geral do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Júnior, o agente estava sozinho na delegacia quando o homem entrou supostamente para registrar um boletim de ocorrência. 

“No momento que estava atendendo o homem puxou a faca. Ele tentou se defender e conseguiu imobilizar o cara”, informou Constantino.

Com a chegada da polícia militar, o homem foi levado para a Central de Flagrantes. “Ele estava de plantão e mesmo psicologicamente abalado, infelizmente a Delegacia Geral não fez reposição do policial, que ficou lá até hoje pela manhã. Nós exigimos que pudesse colocar outro policial para compor a equipe, pelo menos”, disse o representante do Sinpolpi. 

Um policial por plantão

O sindicato denuncia que já reclamou várias vezes à Delegacia Geral a redistribuição de policiais em plantões nas delegacias. “São no máximo dois por plantão, na maioria das vezes fica só um. Um absurdo. A gente vem denunciando isso há muito tempo e não é atendido. Gostaríamos que tivesse pelo menos uma reposição de policiais no turno da noite nas delegacias mais afastadas como na Usina Santana (zona Sudeste), no Anita Ferraz (zona Leste), por exemplo”, reclama Constantino. 

Ele sugere que policiais que estão na área administrativa possam tirar plantões noturnos nos distritos. 

O secretário geral do Sinpolpi destaca ainda que atualmente os distritos são pouco valorizados pela Secretaria de Segurança. 

“A atual gestão dá uma atenção muito grande para as especializadas e nós queremos que as delegacias de bairro possam funcionar em sua plenitude. Mas, até os flagrantes que eram feitos nos distritos, durante o dia, foram colocados todos para a Central. De certa forma as delegacias perderam sua funcionalidade e isso é ruim para a sociedade e para a segurança. Quem deveria fazer o flagrante era do delegado e sua equipe, depois o inquérito era encaminhado para a Justiça”, explicou. 

O gerente de policiamento metropolitano de Teresina, delegado Sebastião Alencar, confirmou que há alguns distritos que funcionam somente com um policial e que isso se deve à carência de pessoal. Mas, que há um estudo da Delegacia Geral para retirar os plantões noturnos dos distritos, por causa dessa carência.  

“Ainda estamos fazendo levantamento se é viável, mas seria para otimizar o atendimento e diligências noturnas”, destacou. 


Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI