Esteticista é morta e enterrada em mata após alertar amiga sobre o ex - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

13 de mai. de 2021

Esteticista é morta e enterrada em mata após alertar amiga sobre o ex



A Polícia Civil do Rio prendeu um mototaxista, de 32 anos, acusado de matar a ex-namorada Jéssica Carla Nascimento da Costa, de 30. A esteticista estava desaparecida desde o dia 26 de abril quando aceitou um convite para conversar na casa dele, no bairro de Paciência, na zona oeste do Rio. Segundo a corporação, ele confessou o crime.

Desconfiada do ex, Jéssica chegou a enviar sua localização para uma amiga quando ainda estava dentro da casa do acusado. Câmeras de segurança da região também confirmaram que a vítima esteve na residência do autor.


Mulher foi morta pleo ex após aceitar convite para ir até sua casa


Segundo a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), Jéssica foi morta a facadas, após uma discussão acalorada com o ex. O corpo dela foi escondido em uma mata na Serra do Matoso, em Itaguaí, na Baixada Fluminense - a 30 km de distância da residência dele.

De acordo com as investigações, o autor apresentava temperamento violento, possuía histórico agressivo com sua ex-companheira, com a qual tem dois filhos, e não aceitava o término do relacionamento.

O sumiço de Jéssica foi registrado no dia 28 de abril - dois dias após o desaparecimento - na Delegacia de Santa Cruz (36ª DP). Posteriormente, o caso foi encaminhado para a DDPA. Após o registro, policiais civis estiveram na casa do acusado. No dia 30 de abril, o imóvel foi interditado para realização de perícia.


"Quando a equipe retornou, posteriormente, o imóvel estava parcialmente queimado. Os agentes constataram que o incêndio foi provocado pelo acusado na tentativa de atrapalhar as investigações e o trabalho da perícia. A equipe da DDPA continuou em diligências e por meio de provas e elementos solicitou à Justiça um pedido de prisão, que foi decretado no último domingo (09)", informou a Polícia Civil.

Após a prisão, o homem confessou o assassinato e acompanhou os policiais até o local onde foi localizado o corpo da vítima. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada e a perícia foi realizada no local.

O mototaxista responderá pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

Corpo foi encontrado enterrado em área de mata

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI