Hospitais realizam mais de 100 cirurgias simultâneas em ação pioneira no País - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

2 de jul. de 2021

Hospitais realizam mais de 100 cirurgias simultâneas em ação pioneira no País

 

 

Os maiores hospitais do Piauí – cerca de 15 – participaram em link ao vivo de uma ação coletiva e pioneira de realização de cirurgia de laparoscopia (procedimento cirúrgico minimamente invasivo realizado sob efeito de anestesia).

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde participaram médicos cirurgiões de várias regiões – Norte ao Sul do estado – realizando 113 cirurgias somente hoje. 

O projeto Marco Regulatório da Laparoscopia no Estado contou com 17 torres laparoscópicas. O governador Wellington Dias fez a abertura do projeto, que segundo a Sesapi, é pioneiro no Brasil. Médicos falaram ao vivo sobre a importância do evento e de agilizar os procedimentos nos municípios.

O superintendente de Alta e Média Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares destacou o fato histórico e o avanço da descentralização dos serviços de saúde. 

“O HGV (Hospital Getúlio Vargas) tem uma fila de cirurgia de vesícula de 150 pacientes. Só para ter uma ideia, se trouxemos todos os aparelhos para Teresina iria finalizar a fila”, disse Alderico que fez uma declaração emocionado, já que foi curado da Covid-19 após ter sintomas graves e ser internado em São Paulo.

Participaram profissionais do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde(HEDA), em Parnaíba, Hospital Regional Justino Luz, em Picos, Hospital Tibério Nunes, em Floriano, Hospital Getúlio Vargas, em Teresina.

O objetivo do projeto é realizar cirurgias eletivas laparoscópicas e endoscópicas na capital e interior do Estado. Serão beneficiadas simultaneamente todas as macrorregiões de saúde do Estado.

Na macrorregião de saúde litoral, participaram do Marco Regulatório o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba; Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri; Hospital Estadual Gerson Castelo Branco, em Luzilândia; Hospital Estadual Leônidas Melo, em Barras e Hospital Julio Hartman, em Esperantina.

 

Na macrorregião Meio Norte, participam o Hospital Regional de Campo Maior, em Campo Maior; Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina; Hospital Getúlio Vargas, em Teresina; Hospital Dirceu Arcoverde da Polícia Militar, em Teresina e Maternidade Evangelina Rosa, em Teresina. Na macrorregião, Semiárida, Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras e Hospital Regional Justino Luz, em Picos.

Na macrorregião de Saúde dos Cerrados, participam o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano; Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato e Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus.
“Entre as vantagens também estão o tempo de cirurgia que é reduzido, com menor tempo da anestesia, internação e do pós-operatório. O projeto vai ampliar a oferta de procedimentos cirúrgicos laparoscópicos para todo o Piauí” afirma o secretário Florentino Neto.

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI