Vídeo mostra momento que diarista foge do apartamento de advogado em THE - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

20 de jul. de 2021

Vídeo mostra momento que diarista foge do apartamento de advogado em THE

 Imagens de câmeras de segurança do condomínio do advogado Jefferson Moura Costa na zona Leste de Teresina registraram o exato momento que a diarista chega ao local com o acusado e passado algum tempo sai desesperada para pedir ajuda.

Na gravação é possível ver que a vítima chega ao prédio por volta de 15h06 do último dia 14 de julho e às 17h02 ela surge na varanda passando de uma sacada para outra e logo em seguida pulando de uma altura de cerca de cinco metros com objetivo de fugir do criminoso que tinha acabado de estuprá-la. Ela consegue sair e pede ajuda para o porteiro e outras pessoas que passam na Avenida.


Sobre o caso

advogado identificado como Jefferson Moura Costa foi preso suspeito de estuprar uma diarista dentro do seu apartamento na zona Leste de Teresina. A vítima foi contratada por ele para fazer uma limpeza no local, quando o crime foi cometido. Para tentar fugir do criminoso, a mulher pulou do segundo andar do prédio, de uma altura de cinco metros.

Momentos de terror

A diarista, ainda em estado de choque, relatou como tudo aconteceu. “Quando eu cheguei lá ele falou que eu tinha que limpar as coisas, aí na hora que chegou a parte do quarto eu já estranhei porque tinha um monte de camisinha usada pelo chão e outras fechadas. Eu ajeitei o primeiro quarto, limpei o banheiro quando eu fui para o segundo quarto do mesmo jeito, cheio de camisinhas usadas. Tinha uns livros e fui dizer para ele que ia limpar os livros, quando fui na sala ele já estava se masturbando. Então ele veio e me agarrou por trás, dizendo que tinha me pegado e não tinha como eu sair, eu comecei a gritar, pedir socorro", declarou.

Vítima é levada até o local após ser chamada para realizar uma limpeza no apartamento - Foto: ReproduçãoVítima é levada até o local após ser chamada para realizar uma limpeza no apartamento - Foto: Reprodução

Prisão preventiva e registro suspenso

juiz Markus Calado Schultz, da Central de Inquéritos de Teresina, decretou a prisão preventiva do advogado. O juiz destacou nos autos que a prisão preventiva do suspeito é necessária em razão da conduta e gravidade do crime e também pelo risco à ordem pública, caso continue solto.

"Diante do exposto, nos termos do art. 310, 312 e 313, todos do código de processo penal, e em consonância com a representação da autoridade policial e o parecer ministerial, converto a prisão em flagrante em prisão preventiva do autuado Jefferson Moura Costa, diante do justo receio de que, em liberdade, cause risco à ordem pública", diz decisão.

A Ordem dos Advogados do Brasil - Secção Piauí, anunciou a suspensão preventiva do exercício profissional do Advogado Jefferson Moura Costa, por 90 dias, após ter sido denunciado por estupro. O acusado foi encaminhado para o Presídio da cidade de Altos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI