Ativista é espancada por defender mulher de assédio - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

18 de ago. de 2021

Ativista é espancada por defender mulher de assédio



A ativista transexual Indianara Siqueira procurou ajuda para denunciar espancamento por um homem em um bar da Lapa, Rio de Janeiro, em 7 de agosto. Ela foi agredida ao defender uma colega vítima de assédio no local.

Apresentando fraturas e lesões no corpo e no rosto, ela foi levada para o hospital. Segundo informações do portal O Dia, do RJ, Indianara deverá registrar ocorrência nesta quarta-feira (18).

Fundadora da Casa Nem, centro de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ -, Indianara afirma que a agressão foi cometida por um homem conhecido na região da Lapa como 'Pitbull'.

A ativista defendeu uma mulher de assédio e foi espancada/reprodução

Agressor atacou com socos

"Eu fui defender uma das nossas acolhidas que estava sofrendo assédio. O agressor me atacou com dois socos no lado direito do rosto, desmaiei e bati com a cabeça no chão. Ainda me roubaram dois celulares e minha bolsa, inclusive cartões de crédito" relata a ativista.

Somente agora ela se sentiu em condição de procurar a polícia. "Somente agora tenho condições físicas e psicológicas de denunciar", explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI