Hebert Conceição nocauteia ucraniano e conquista ouro no boxe - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

7 de ago. de 2021

Hebert Conceição nocauteia ucraniano e conquista ouro no boxe



O brasileiro Hebert Conceição conquistou, neste sábado, a medalha de ouro na categoria até 75kg do boxe nas Olimpíadas de Tóquio. Ele venceu a decisão do ouro contra ucraniano Oleksandr Khyzniak, campeão mundial de 2017, por nocaute no terceiro assalto.

O brasileiro perdeu os dois primeiros rounds, mas conseguiu derrubar o rival no terceiro para garantir o título. Hebert chegou como um dos candidatos ao pódio na competição. Cabeça de chave número 3, tinha sido bronze no Campeonato Mundial de 2019 e prata nos Jogos Pan-Americanos do mesmo ano, em Lima, no Peru.


"Foi surpresa para muita gente, mas para mim não foi surpresa ser campeão olímpico porque eu trabalhei muito. São muitas pessoas que me ajudam nessa trajetória. É uma gratidão imensa poder representar o Brasil, o meu Estado, a Bahia, minha cidade, Salvador. Só tenho a agradecer a energia positiva de todos. Todos que estão aqui presentes, que estão no Brasil. Estou muito feliz e agora é comemorar. É a medalha para o nobre guerreiro, tenho muito orgulho em ser brasileiro", afirmou Hebert, em entrevista após a premiação.

Anteriores

Na campanha, Hebert passou nas oitavas de final, derrotou o chinês Tuohetaerbieke Tanglatihan por 3 a 2, em decisão dividida dos árbitros. Nas quartas, enfrentou o cazaque Abilkhan Amankul, prata no Campeonato Mundial de 2017 e vice-campeão asiático, e passou por 3 a 2. Na semifinal, o adversário foi o russo Gleb Bakshi, campeão mundial de 2019, e novo triunfo verde-amarelo.




Hebert Conceição conquista medalha de ouro no boxe Foto: Reuters





O ucraniano começou com um volume maior de luta, mas Hebert conseguiu encaixar dois bons golpes no primeiro minuto. Oleksandr dava mais socos, enquanto brasileiro, quando tentava os golpes, acertava bem o rival. No fim, os cinco árbitros deram vitória para o ucraniano, que realmente foi mais agressivo.

Segunda parcial

Na segunda parcial, o ucraniano seguiu melhor, apesar de, novamente, o brasileiro ter conseguindo encaixar dois bons golpes. O combate seguiu bem truncado, mas com o volume apresentado no começo do round, o ucraniano venceu de novo na opinião dos cinco árbitros.

Já atrás na decisão, todos os juízes já davam 20 a 18 para o ucraniano, a única opção de Hebert para vencer a luta era ir para cima e tentar ou o nocaute, ou uma vitória tão convincente, que os juízes dessem 10 a 8 no placar no assalto. E foi o que o brasileiro fez, conseguiu um lindo golpe que levou o ucraniano ao chão.

Hebert Conceição conquista medalha de ouro no boxe Foto: Reuters





Conheça Hebert Conceição

O pugilista, de 23 anos, carrega junto das luvas o melhor do tradicional boxe da Bahia: fez carreira na Academia Champion, localizada na capital, diante da orientação de Luiz Dórea, tal qual Popó e Robson Conceição — a quem admira, mas não é parente, apesar do sobrenome em comum. No futebol, é torcedor do Esporte Clube Bahia.

Nascido em Salvador e seis vezes campeão nacional, o caçula de três irmãs mais velhas ingressou na seleção brasileira aos 19 anos e soma medalhas de bronze nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba-2018 e no Mundial do ano seguinte, e prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019.


Conceição é tricampeão brasileiro de boxe no campeonato Elite, evento que é considerado o mais importante do país. Ele faturou as edições de 2017, 2018 e 2020 lutando na categoria peso-médio (até 75kg).

Ele ajudou o boxe do Brasil a ter a melhor campanha já realizada, superando os três pódios de Londres-2012, com a prata de Esquiva Falcão (médios) e bronzes de Yamaguchi Falcão (meio-pesado) e Adriana Araújo (leve). Antes deles, apenas Servílio de Oliveira havia ganhado um bronze na Cidade do México-1968.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI