No Piauí, 67,5% dos municípios não têm internações por Covid na semana - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

25 de set. de 2021

No Piauí, 67,5% dos municípios não têm internações por Covid na semana



Pesquisa semanal realizada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), abarcando o período de 20 a 23 de setembro, aponta que dos entes respondentes do Piauí, 77,5% relataram que não tiveram novas mortes em decorrência da Covid-19 no período mensurado. Enquanto 10% apontaram que o índice se manteve estável, enquanto 7,5% indicaram que diminuiu. Nenhum município no recorte da pesquisa sinalizou que houve um aumento nos óbitos pela doença provocada pelo coronavírus.

Outro índice que chama a atenção versa para as internações, no levantamento, 67,5% apontaram que não ocorreram internações por Covid-19, enquanto 7,5% verificaram um aumento, e outros 10% apontaram que foi mantida uma estabilidade; 10% verificaram uma diminuição nos índices.

pMaioria dos municípios

Quanto aos diagnósticos positivos, 40% dos municípios piaueinses que responderam a pesquisa sinalizaram que não ocorreram novos casos de Covid-19; enquanto 22,5% apontaram para uma diminuição; outros 15% verificaram uma alta e 17,5% apontaram que houve uma estabilidade.

Em âmbito nacional, de acordo com a CNM, nesta semana, 1.830 (74%) municípios não registraram óbitos pela doença. Outros 11% apontaram estabilidade; 8% queda; e 5% aumento. Os casos de internações também apresentaram cenário otimista: 59% Municípios não tiveram novas internações; 16% estabilidade; 15% queda; e 7% aumento. Quanto a novos casos confirmados, 25% dos Municípios não registraram; 30% tiveram estabilidade; 24% queda; e 17% aumento.


A variante Delta foi detectada em 13% dos Municípios, percentual próximo ao registrado na semana passada, de 12,1%. Medidas restritivas de circulação ou atividades econômicas ainda ocorrem em 43% dos municípios no período descrito pela pesquisa; e 10% afirmaram que já editaram decreto no sentido de obrigar a vacinação para que se possa frequentar espaços coletivos.


francyteixeira@meionorte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI