Piauí sobe 6 posições em ranking e é o que mais cresce em competitividade - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de set. de 2021

Piauí sobe 6 posições em ranking e é o que mais cresce em competitividade

 O Piauí foi convidado Centro de Liderança Pública CLP) para o lançamento do Ranking de Competitividade dos Estados na B3 - Brasil, Bolsa, Balcão e do Prêmio Excelência em Competitividade, evento que como tema "Um Futuro Sustentável se faz agora" e dentro do evento haverá o painel sobre o Ranking de competitividade dos estados brasileiros. 

O Piauí foi destaque positivo no ranking ao subir seis posições, sendo o estado que mais evoluiu em competitividade. Conforme levantamento, o Piauí subiu 14 colocações no pilar de Solidez Fiscal e evoluiu dez posições em Capital Humano, seis em Potencial de Mercado e três em Sustentabilidade Social.

O trabalho do governador Wellington Dias foi reconhecido durante o lançamento do Ranking. "Isso mostra que quando um Governo atua para melhorar os indicadores", disse os organizadores.

Governador Wellington Dias participa do lançamento do Ranking de Competitividade dos Estados (Divulgação)

Pilares

O Ranking é uma iniciativa do Centro de Liderança Pública em parceria com a Tendências Consultoria e é composto por 10 pilares e 86 indicadores. 

Com este conjunto de indicadores, o Ranking se torna uma ferramenta para fazer um diagnóstico preciso dos principais desafios que os estados brasileiros têm que enfrentar para alavancar a economia brasileira, e promover políticas públicas de qualidade para os cidadãos. 

O Piauí foi um dos estados que mais avançou nesse ranking, especialmente devido aos investimentos e melhorias trazidos pelo Programa de PPP.

Em 2021, o ranking chega à sua décima edição e terá ESG (Environmental, Social and Governance) como um dos temas centrais. O CLP apresentará, durante a transmissão do evento pela TV Estadão, a nova camada do estudo, o primeiro Ranking ESG subnacional do mundo. 

A iniciativa está em sinergia com os critérios internacionais chancelados pela União Europeia em 2020 e com os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU e suas 169 metas relacionadas à Agenda 2030 para diagnosticar a competitividade, sustentabilidade socioambiental e governança das regiões brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI