Motoristas suspendem paralisação, mas convocam nova assembléia neste sábado - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

15 de out. de 2021

Motoristas suspendem paralisação, mas convocam nova assembléia neste sábado

 Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Os motoristas e cobradores do transporte coletivo de Teresina suspenderam a paralisação na segunda-feira (18/10) em Teresina. Pelo menos até segunda ordem. Uma nova assembleia foi convocada para que os trabalhadores do setor possam deliberar quanto à paralisação e futuras manifestações. 

A medida foi possível após representantes do Sintetro-PI (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí) participarem de uma reunião com procuradores da Procuradoria Geral Municipal (PGM) de Teresina e representantes da Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito). 

Segundo informou Ajuri Dias, presidente do Sintetro-PI, ao Cidadeverde.com, os procuradores se comprometeram em avaliar o acordo da convenção coletiva da categoria. 

"A gente sentou hoje e ficamos de retornar para uma nova reunião na terça-feira (19). Tínhamos uma paralisação para segunda (18), mas chamamos a assembleia para sábado (16) para discutir com os trabalhadores se fazemos ou não a paralisação", destacou Ajuri Dias.   

Ainda segundo o presidente do Sintetro-PI, os procuradores devem analisar a parte econômica do acordo da convenção coletiva para saber no que ela pode impactar com relação ao acordo feito com o Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina). 

"Existe interesse entre os procuradores, mesmo que seja uma relação trabalhista que não demanda muito do município.Temos esperança que nessa reunião nós possamos entrar em um acordo em relação à assinatura da convenção coletiva de trabalho", frisou Ajuri Dias.   

Entre as reivindicações dos motoristas e cobradores do transporte coletivo de Teresina estão a manutenção do salário integral no valor de R$ 2.039, o pagamento dos tickets no valor de R$ 611, plano de saúde para os trabalhadores do setor e a assinatura da convenção coletiva da categoria.

Atualmente, os motoristas e cobradores na capital piauiense que estão na ativa têm recebido o salário através de diárias, o que para eles não é interessante. Os trabalhadores querem o salário integral para que o retorno dos ônibus aconteça em Teresina. A categoria defende o valor de R$ 2.039,00 para os motoristas e R$ 1.288,00 para os cobradores. Além disso, reivindicam também a volta do ticket alimentação, plano de saúde e a jornada de trabalho de 7h20.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI