Wilson Gomes é eleito prefeito de Juazeiro do Piauí com 61,85% dos votos - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

3 de out. de 2021

Wilson Gomes é eleito prefeito de Juazeiro do Piauí com 61,85% dos votos

 Após quase um ano sendo administrada pelo prefeito interino, Edmilson Reis, a população da cidade de Juazeiro do Piauí voltou às urnas neste domingo (03), e elegeu Wilson Gomes, do PCdoB, com o vice ‘Bolinha’, para comandar a cidade pelos próximos três anos.

Com 2.481 votos,  e 100% das seções totalizadas, Wilson Gomes obteve 61,85% dos votos e derrotou o seu oponente Cristiano Galdino, do PSD, que obteve 1.530 votos ou 38,15%, em eleição suplementar pela Prefeitura de Juazeiro do Piauí.

Histórico

Natural de Castelo do Piauí, Wilson Gomes, de 40 anos, iniciou sua carreira política ainda criança, sem ao menos votar, quando já acompanhava sua mãe, Pretinha, em eleições. Comerciante, Wilson ingressou de fato na carreira política aos 31 anos, candidatando-se a vereador e sendo eleito. Posteriormente, em 2016, conseguiu reeleição como vereador, sendo eleito ainda presidente da Câmara de Vereadores. Em 2020, lançou seu nome como vice na chapa de oposição.

Wilson Gomes é eleito prefeito de Juazeiro do Piauí em eleição suplementar - Foto: DivulgaçãoWilson Gomes é eleito prefeito de Juazeiro do Piauí em eleição suplementar - Foto: Divulgação

Fim da Instabilidade

A instabilidade política no município iniciou ainda no ano passado, com a candidatura de Tonho Veríssimo (PT), sendo impugnada após irregularidades envolvendo um meio de comunicação ligado ao ex-candidato. Wlson Gomes, na ocasião, pleiteava como vice de Tonho.

Com a decisão, reforçada por unanimidade do TSE, a Câmara de Vereadores realizou eleição entre os membros da casa para eleger o presidente da casa que, consequentemente, se tornaria prefeito interíno. Diante disso, Edmilson Reis, do Republicanos, foi o escolhido pela maioria da casa.

Em 2020, as eleições foram disputadas por Zé Waldo, buscando a sua reeleição, tendo como seu vice o jovem Genylson Visgueira, contra Tonho Veríssimo, ex-prefeito e conhecido líder político. Tonho já tinha histórico de problemas com a justiça sobre o período em que geria a cidade.

Cristiano Galdino obteve 38,15% dos votos nas eleições suplementares - Foto: Reprodução/TSECristiano Galdino obteve 38,15% dos votos nas eleições suplementares - Foto: Reprodução/TSE

Com informações do Portal Campo Maior em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI