A energia que vem do lixo - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

23 de nov. de 2021

A energia que vem do lixo

 

Usina de Biogás em Caucaia (CE). Crédito: site da Ecometano.

A produção de lixo no Brasil tem aumentado significativamente. A produção saiu de 66,7 milhões de toneladas em 2010 para 79,1 milhões em 2019, uma diferença de 12,4 milhões de toneladas. Cada brasileiro produziu, em média, 379,2 kg de lixo em 2019, o que corresponde a mais de 1 kg por dia (ABRELPE, 2020).  A obtenção de energia a partir do lixo é uma possibilidade real e essa tecnologia recebe o nome de Biogás. O aproveitamento do biogás já é uma realidade em várias partes do mundo. No Brasil, existem experiências exitosas, como o da cidade de Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza, onde está instalada a maior usina do país de aproveitamento do biogás a partir de resíduos urbanos. O Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia recebe diariamente cerca de 3 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares da Região Metropolitana de Fortaleza. Em relação à produção de biogás, a usina alcançou em 2021 a marca de 120 mil m³/dia. 

Depois de purificado, o lixo é convertido em biometano, que tem as mesmas características físico-químicas do gás natural fóssil. Com isso, é possível injetar o produto diretamente nas redes de distribuição de gás natural. O biogás pode ser usado em lampiões a gás, ou em sistemas de iluminação a gás que utilizam o gás natural canalizado. Também pode ser canalizado para o uso em motores de combustão interna, microturbinas ou turbinas a gás, nestes dois últimos casos para geração de energia elétrica.

Além das vantagens econômicas, o aproveitamento dos resíduos urbanos para produção de biogás tem uma dimensão ambiental. A utilização do metano – principal causador do efeito estufa – na produção deste biocombustível reduz os efeitos causado pela sua liberação na atmosfera. A decomposição dos materiais orgânicos também reduz a quantidade de resíduos sólidos despejados em lixões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI