Mulher é liberada após confessar participação em morte de servidor - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de ago de 2019

Mulher é liberada após confessar participação em morte de servidor

A mulher identificada como Maria da Conceição de Sena que se apresentou na sede do 22º distrito policial na tarde de ontem foi liberada ainda no mesmo dia após prestar depoimento na delegacia. Ela contou para os policiais que teve participação direta no latrocínio que teve como vítima o oficial do Tribunal de Justiça do Piauí, Francisco das Chagas Campelo, o crime aconteceu na noite de quarta-feira no bairro Tancredo Neves, na zona Sudeste.
“Ela veio ao 22º DP e o delegado entrou em contato conosco dizendo que ela tinha informações sobre o latrocínio, ela nos contou que ela e mais três homens participaram desse crime, mas como ela se apresentou na delegacia, por lei, não tem como a gente prendê-la em flagrante”, afirmou.
Segundo o chefe de investigação Joathan, a mulher afirmou em depoimento que tem um relacionamento com um dos acusados, que é menor de idade.  
“O delegado geral entrou em contato conosco, pediu que fizesse o empenho para elucidar esse crime que aconteceu desse funcionário que foi morto, fato é que nas primeiras horas, ela com medo de represália por parte de uma quadrilha que está se formando no Vale do Gavião, o ‘bonde do gavião’, para encorajá-la disse que a primeira missão dela seria essa, dela assumir essa atitude criminosa já que segundo ela mesma, ela participou de forma direta, esteve no local viu toda a movimentação, viu quando atiraram, sabe quem deu suporte. Ela forneceu a delegacia todas as informações necessárias para continuidade das investigações”, declarou.
principal testemunha do crime, o amigo da vítima que estava no bar junto com ele, afirmou que não viu nenhuma mulher próximo ao local. 
Oficial de justiça foi morto com dois tiros


Tópicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI