Obras de duplicação das BRs 343 e 316 são retomadas, afirma DER - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

21 de ago. de 2019

Obras de duplicação das BRs 343 e 316 são retomadas, afirma DER



As obras de duplicação das BRs 343 e 316 foram retomadas na última segunda-feira (19) pelo Departamento de Estradas e Rodagens do Piauí (DER/PI). As duas rodovias, principais vias de acesso entre a capital e as regiões Sul e Norte do estado, estavam com as obras paradas desde 2018.

A retomada dos serviços acontece após a liberação de recursos ligados ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O investimento é de cerca de R$ 105 milhões. Segundo o diretor do DER/PI, Castro Neto, as obras irão solucionar o problema de mobilidade do estado, em especial na região de Teresina. 

"Nós retomamos as obras agora com duas empresas novas e estamos reiniciando aos poucos. Então, aos poucos as obras vão tomar corpo e vão tomando velocidade. Ainda estamos na etapa inicial, vendo a questão de canteiros, terraplanagem, maquinários na pista e, daqui a pouco, vamos ter a obra mesmo correndo nas duas rodovias", afirma.


Obras de duplicação das BRs 343 e 316 são retomadas, afirma DER. (Foto: Arquivo O Dia)


A finalização das obras de duplicação é uma cobrança antiga dos moradores da região. A construção passou a ser de responsabilidade do Governo do Estado em 2012, após a assinatura de convênio com a direção nacional do Departamento de Infraestrutura e Transporte (DNIT). Com início em 2013, a duplicação das rodovias devem ser feitas em uma extensão total de aproximadamente 17 Km. Na BR 316 são 8, 5 km no trecho entre Teresina e Demerval Lobão, e na e BR-343 são cerca de 9 km, de Teresina em direção à cidade de Altos.

"Elas têm um histórico bastante longo, ainda são da gestão do antigo governo. Houveram vários problemas, principalmente no ano eleitoral, em 2018, em que tivemos problemas de recurso, problema de edição e isso foi resolvido. Os recursos já estão em caixa e as ordens de serviço já estão dadas. As empresas estão se movimentando para fazer a obra da melhor maneira para o nosso Estado", afirma o diretor do DER/PI.

Entre os impedimentos citados pelo diretor do DER para execução das obras estão problemas com as empresas vencedoras das licitações e na liberação de verbas. "Teve empresa que faliu, teve empresa que não existiu, teve empresa que não teve mais condições de tocar a obra, teve o problema eleitoral que não permitiu o dinheiro chegar, teve gente que lutou pro dinheiro não vir, então tudo isso influi na obra", relata Castro Neto.

Segundo o DER/PI, as obras da BR-343 devem ser concluídas em até 18 meses, já na BR-316 o prazo é de oito meses. O convênio entre o DNIT, o Governo do Estado e o DER, para finalização das obras, deve encerrar no final de 2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI