Sobe para 9 as mortes nas BR’s do Piauí em pouco mais de 24 horas - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

12 de set de 2019

Sobe para 9 as mortes nas BR’s do Piauí em pouco mais de 24 horas



Esta segunda semana de setembro tem sido marcada pela violência e insegurança nas estradas federais que cortam o Piauí. Na manhã última terça-feira (10), o médico Tovar Vicente Luz, 36 anos, veio a óbito em um grave acidente na BR-343. Na noite do mesmo dia, cinco pessoas morreram após um caminhão tombar na BR-020. E na noite de ontem (11), mais três pessoas perderam a vida em uma colisão, desta vez na BR-407.

Com esta ocorrência de ontem, a Polícia Rodoviária Federal já soma nove mortes nas estradas federais que cortam o Piauí em um intervalo de pouco mais de 24 horas. Entre as vítimas fatais deste último acidente estão um idoso de 87 anos, uma mulher de 36 anos e uma jovem de 19 anos.

Foi uma colisão traseira envolvendo um veículo Chevrolet Classic conduzido por um homem de 32 anos que teve lesões graves, e um outro veículo ainda não identificado. O veículo de passeio transportava quatro pessoas no momento do acidente”, detalhou o inspetor Alexandro Lima, porta-voz da PRF.




Os três passageiros que foram a óbito estavam no carro de passeio. Apenas uma ocupante dele, uma mulher de 49 anos, não perdeu a vida, mas sofreu lesões graves. Ela foi atendida por uma ambulância do SAMU e encaminhada para o Hospital Justino Luz, em Picos.




A PRF ainda não sabe precisar as causas deste segundo acidente, uma vez que a perícia ainda está sendo feito.







Já são nove mortes nas BR's do Piauí em pouco mais de 24 horas - Foto: O Dia




Infraestrutura




Em conversa com O Dia, o inspetor Hélio Cipriano, da PRF, analisou a situação das estradas piauienses e como isso, de certa forma, contribui para a ocorrência de acidentes graves. 







O inspetor Hélio Cipriano cita os desníveis de acostamento como um dos problemas nas rodovias brasileiras - Foto: Assis Fernandes/O Dia




“Infelizmente não é uma situação específica do Piauí. No Brasil como um todo nós temos problemas nas estradas e ocorrências graves são recorrentes. O que percebemos mais pontualmente é desnível de acostamento, o que não oferece condições de seguras de fazer uma conversão, e também asfalto esburacado, que não causa instabilidade nos veículos, sobretudo naqueles de maior porte”, pontua.




Obras retomadas




Responsável pelas obras de reestruturação e duplicação das rodovias federais no Piauí, o Departamento Estadual de Estradas e Rodagem (DER) estabeleceu novos prazo para a conclusão da duplicação da BR-343 e da BR-316. As obras nestas rodovias foram retomadas no final de agosto e devem ser encerradas em 18 meses. A BR-316, em direção a Demerval Lobão, será duplicada em 8,4 Km. Já a 343, que leva a Altos, terá 9,6 Km duplicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI