PI: Policiais Penais empossados não suprir necessidade do sistema prisional - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

23 de dez. de 2019

PI: Policiais Penais empossados não suprir necessidade do sistema prisional

No dia 20, o governador Wellington Dias deu posse a 42 novos policiais penais. Porém, de acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda este número não é o suficiente para suprir a necessidade do sistema prisional do estado.
“Os policiais empossados não substituem os policiais penais que já se aposentaram que são mais de 150. Lembrando que do curso de formação, dos 166 que estamos trabalhando não vão suprir a necessidade, por que já temos 200 pedidos de aposentadorias, dos policiais penais que já deram sua colaboração ao estado”, explica Kleiton Holanda.
O presidente afirma ainda que esta situação afeta diretamente a superlotação nos presídios. Pois, os presos ficam aglomerados em poucos pavilhões para que os policiais possam fazer a vistoria e segurança do local. 
“Na Cadeia de Altos são 3 pavilhões e estava funcionando apenas 1/3 da cadeia desde que inaugurou, isso acontece por falta servidor. Com a polícia penal esperamos que o governo possa receber mais recurso, investimento, doação de equipamento para que nós possamos implementar um trabalho de segurança. Os policiais que acabaram de ser empossados não vão ter suas armas por que os outros já não tem”, conta Kleiton Holanda.
Além disso, a falta de equipamentos é outro ponto de reivindicação do Kleiton Holanda. Armamentos, coletes, viaturas e algemas são necessários para combater a criminalidade no sistema prisional. Para o presidente do sindicato, ainda é preciso se preocupar com a situação dos jovens que estão nas ruas.
PI: Policiais Penais empossados não supri necessidade do sistema prisional. Foto: Assis Fernandes

“O estado do Piauí tem que se preocupar com as políticas públicas, com o nascimento, a construção da criança na escola, até estrada no mercado de trabalho. E o Piauí não proporciona isso para o seu filho, resta o caminho das ruas que ensina coisas boas e ruins. E o resultado final é as unidades prisionais que temos, por que é o resultado dessas falhas, isso é danoso a sociedade. E na cadeia também não ensina, essa história que 2300 presos estão estudando é falácia, você chega no sistema prisional e vê dois presos em sala de aula”, descreve Kleiton Holanda.
Agentes penitenciários passam a ser policiais penais
A Emenda Constitucional (EC) 104, que cria a Polícia Penal, foi promulgada no dia 4 de dezembro, em sessão solene no Congresso Nacional. Os profissionais são responsáveis pela segurança do sistema prisional federal, estadual e do Distrito Federal. 
Com a mudança para carreira policial, os agentes penitenciários serão considerados aos membros das demais polícias brasileiras com atribuições específicas. A proposta que deu origem à emenda foi apresentada pelo ex-senador Cássio Cunha Lima (PB), que participou da sessão. O texto foi aprovado pela Câmara dos Deputados em novembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI