Escolas têm até quarta-feira para retomar aulas para 250 mil alunos no Estado - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

13 de abr. de 2020

Escolas têm até quarta-feira para retomar aulas para 250 mil alunos no Estado

oto: Jeane Melo/Cidade Verde

Escolas públicas e particulares retomam as aulas nesta segunda-feira(13), no sistema de Educação à Distância. Na rede pública estadual, são 658 escolas que devem oferecer as aulas do ensino fundamental (anos finais), médio e Educação profissional e Educação de Jovens e Adultos. Os alunos que não tiverem acesso à internet, as escolas deverão disponibilizar um “tarefão”.  
A previsão é que até quarta-feira(15) todas as 658 escolas tenham as aulas retomadas.  A rede pública de ensino estadual possui 250 mil alunos.
Para ter um controle do que será feito por cada escola, a Secretaria de Educação aguarda os planos de ações pedagógicas que informarão como irão funcionar: se pelas plataformas digitais ou Canal Educação, ou com atividades impressas. 
“A Secretaria emitiu uma portaria regulamentando este regime (de aula não presencial). Vamos de um lado trazer todas as ferramentas de apoio, mas de outro, todas as escolas neste momento, estão preparando seu plano de ação indicando quais plataformas, quais ferramentas e metodologias irão utilizar. Nosso grande objetivo é chegar até os nossos alunos e recolocá-lo no processo de ensino e aprendizagem, mostrando também todo o lado social que a educação pode proporcionar, neste momento de isolamento social por conta da pandemia do coronavírus”, informou o secretário de Educação Ellen Gera. 
Ele disse que os alunos que têm dificuldade de acesso às tecnologias, terão um apoio com materiais impressos. “Entendemos que muitos estudantes da rede estadual têm dificuldade de acesso às tecnologias, por isso a secretaria também de acordo com o plano de ação de cada escola dar apoio para que as escolas possam produzir material impresso para que esses materiais possam chegar aos nossos estudantes”, afirmou.
De acordo com a Seduc, as escolas têm autonomia para desenvolver seu plano de ação, já que sabem quais os alunos têm ou não internet. Os professores poderão criar uma turma no Google Class e passar os conteúdos, sugerir vídeos que estão na plataforma do Canal Educação. Ele pode gravar um vídeo sobre um assunto e encaminhar para os alunos e passar as atividades, no caso dos alunos que tem internet.

Escolas particulares

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Piauí (Sinepe), Marcelo Siqueira, informou ao Cidadeverde.com que as escolas particulares irão fazer “de tudo um pouco” em relação às aulas virtuais: terão aulas ao vivo, gravadas e disponibilizadas em plataformas. 
“Todo mundo está se organizando. Tem escola começando hoje, mas têm outras que ainda estão se organizando porque os professores estavam de férias. Mas, vão seguir o roteiro de uma aula norma”, explica o presidente do Sinepe. 
Ele ressaltou ainda que nenhuma escola é obrigada a prestar esse serviço, porque poderá repor posteriormente. “As escolas podem simplesmente repor, não é uma obrigação ou recomendação é apenas uma opção para não deixar os alunos sem atividades, porque a maioria vai repor essas aulas depois”, enfatizou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI