Prefeito de Teresina baixará decreto flexibilizando abertura de atividades nos dois próximos sábados - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

24 de ago. de 2020

Prefeito de Teresina baixará decreto flexibilizando abertura de atividades nos dois próximos sábados

 Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O prefeito Firmino Filho (PSDB) afirmou que baixará um decreto para flexibilizar as medidas restritivas nos dois próximos sábados, 29 de agosto e 05 de setembro. Segundo Firmino, com a medida, algumas atividades econômicas, como padarias e supermercados,  poderão funcionar. Nos domingos, as restrições devem continuar. 

“Nos próximos dois finais de semanas teremos flexibilização já no sábado. Teremos abertura dos postos de gasolina, supermercados, mercados e  padarias. Vamos ter um novo decreto, nas próximas 24 horas, flexibilizando os sábados, nos próximos dois finais de semana. Esperamos que no mês de setembro possamos continuar no desarme gradativo para chegar a uma eventual normalidade até o final de setembro”, afirmou.

O prefeito também falou das críticas à estratégia de manter medidas restritivas nos finais de semana.  Firmino lembra que os números de óbitos ainda são significativos na capital. 

“Essa críticas são desde o início, desde o mês de março. Nossa estratégia é clara e transparente. Mas a doença continua. Continuamos a ter uma quantidade significativa de doenças gripais relacionadas a covid-19. Temos óbitos significativos. Não podemos descuidar do enfrentamento da doença. Se fizermos um desarme completo podemos ter um pique da intensidade do anterior. Temos que entender que tem que ser gradual e significativo.”, afirmou.

Durante a semana, as SDUs farão um trabalho de fiscalização de bares e restaurantes. No final de semana, vários estabelecimentos foram fechados. 

 “Na sexta-feira tivemos muitas demandas e a Guarda Municipal agiu e eventualmente, nas  próximas semanas as SDUs através das fiscalizações vão agir, especialmente naqueles bares que teimam em não ter um comportamento mais restritivo. É importante perceber que a doença não acabou ainda. Não podemos pensar que liberou geral. Tem quer ter tranquilidade, paciência e observância dos protocolos. Temos chamado atenção e é especialmente por isso que vamos continuar a buscar essa compreensão a fiscalizar através dos órgãos fiscalizadores”, disse. 

As declarações foram dadas durante visita ao antigo prédio da Fundação Monsenhor Chaves. 

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI