Radialista Gerson da primeira Capital de Oeiras fala na Ativa FM sobre sua recuperação da Covid 19 Assista - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

21 de ago. de 2020

Radialista Gerson da primeira Capital de Oeiras fala na Ativa FM sobre sua recuperação da Covid 19 Assista

 Leandro Santos entrevistou por telefone no Informativo da radio Ativa fm de Barra d Alcântara nesse dia 21 08 2020 as  14 horas o radialista Gerson Soares da radio Primeira Capital da cidade de Oeiras.

Gerson falou da sua recuperação da Covid 19 , quando pensou esta curado ai veio a revelação  , o efeito colateral dos medicamentos e da Covid19.   


veja

O radialista oeirense Gerson Soares de 40 anos, fez um relato importante sobre os momentos difíceis que viveu ao descobrir que havia contraído o novo coronavírus. A intenção em prestar tais informações é que sua experiência sirva para que as pessoas não facilitem o contágio em função dos riscos à saúde.

O profissional contou a nossa reportagem  que começou a sentir os sintomas considerados comuns aos portadores da Covid-19 (perda de olfato e paladar) logo de início. No sétimo dia de sintomas fez o primeiro exame e o resultado foi negativo. Apenas no décimo primeiro dia que um novo procedimento confirmou positivo para a doença no comunicador.

Logo que recebeu a confirmação de ter contraído a doença ele foi orientado a seguir em tratamento domiciliar já que aparentemente seu quadro de saúde seguia estável e em tese ele já se aproximava do período final do tratamento.

No décimo quarto dia ao pensar que se livraria da enfermidade, o radialista afirma ter vivido o seu pior momento. Gerson Soares recebeu o resultado de um exame tomográfico que diagnosticava suspeita de pneumonia viral (Covid-19) com opacidades pulmonares ocupando entre 25% e 50% do órgão. Isso significava um comprometimento do pulmão da ordem de até 50%. Logo foi encaminhado para a Ala Covid-19 do HRDC.

“Estava em casa quando recebi a ligação da enfermeira sobre a tomografia. Imediatamente fui encaminhado para a área Covid-19 do Hospital Regional Deolindo Couto (HRDC), em Oeiras onde fui bem tratado. Nesses dias tive muita tosse, cansaço e falta de ar. Mas, o pior de tudo foi descobrir que a doença alterou a minha glicemia a índices altíssimos com pico de quase 400 mg/dL quando o normal é um pouco maior que 100mg/dL . Tive muita preocupação com a minha vida”, afirmou.

Gerson afirma ter ficado assustado e surpreso com quase tudo e, o pouco que pensou saber sobre a Covid-19 não se confirmou. "Vivi um momento difícil que parecia ser só meu. Eu só testei positivo perto do décimo quarto dia após o primeiro ser negativo, tive pico de diabetes e ainda tive o problema pulmonar. Pra mim era tudo muito diferente do que eu ouvia, lia e assistia. Essa situação causava-me medo, mas fui sendo medicado, bem tratado e hoje, graças a Deus, estou bem. As pessoas não devem brincar com a Covid-19, é sim uma doença muito perigosa. Percebo que em cada indivíduo ele reage de uma forma diferente, foi assim comigo. Muitas vezes pensamos que uma vez contaminados logo estaremos livres sem muitos problemas, não foi o que aconteceu. Aconselho as pessoas seguir as determinações indicadas pelos órgãos de saúde", orientou Soares.

Passados quase trinta dias em que começou o tratamento da síndrome gripal aguda, Gerson Soares que além de radialista é cabeleireiro ainda não voltou a realizar suas atividades. Ele ainda segue em isolamento e em tratamento domiciliar do pulmão e da diabetes. “Sou grato a minha família e aos amigos. Foram eles que estiveram conosco nas horas difíceis. A grande lição que tiramos de tudo isso, é o valor que tem a vida. Só quando percebemos que podemos perdê-la passamos a valorizar de verdade”, destacou o profissional.




Redação|Folhadeoeiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI