Homens presos em Oeiras por contrabando de cigarros são soltos pela Justiça - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de set. de 2020

Homens presos em Oeiras por contrabando de cigarros são soltos pela Justiça

 

Carga apreendida em Oeiras (Foto: Oeiras em Foco)
Carga apreendida em Oeiras (Foto: Oeiras em Foco)


O juiz federal plantonista Adonias Ribeiro de Carvalho Neto Vara Federal Cível e Criminal de Floriano, concedeu a liberdade provisória a P. F. S. L. e J. M. J. M. que foram presos pela Polícia Rodoviária Federal, em Oeiras acusados de contrabando de cigarros, no dia 11 de setembro.

O juiz acatou o pedido da defesa, que foi feita pelo advogado Nélio Rodrigues e decretou a soltura dos acusados, mediante cautelares diversas da prisão e pagamento de fiança.

J. M. J. M. teve a sua liberdade provisória concedida, mediante a decretação de medidas cautelares previstas no CPP, mesmo ele já tendo sido preso no mês de abril pelo cometimento do mesmo crime. Porém, o magistrado deixou de decretar a prisão preventiva exclusivamente em razão de Recomendação do Conselho Nacional de Justiça relacionada à superlotação de presídios durante a pandemia de Sars-CoV-2. A ele também ficou determinado:

a) a prestação de fiança no valor de R$ 15.000,00 (quinze mil reais); b) proibição de se ausentar da comarca em que reside, por período superior a 10 dias, sem prévia comunicação ao juízo competente; c) necessidade de comparecimento a todos os atos da investigação e do processo, caso denunciado.

Já a P. F. S. L. foram aplicadas as seguintes medidas cautelares sugeridas pelo Ministério Público Federal: a) proibição de se ausentar da comarca em que reside, por período superior a 10 dias, sem prévia comunicação ao juízo competente; b) necessidade de comparecimento a todos os atos da investigação e do processo, caso denunciado.

A decisão do juiz federal foi tomada na noite deste domingo, 13, após o advogado Nélio Rodrigues entrar com o pedido de liberdade provisória em favor dos acusados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI