São Paulo perde chances, tem gol anulado e leva três do Atlético-MG - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

4 de set. de 2020

São Paulo perde chances, tem gol anulado e leva três do Atlético-MG

 Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Clube Atlético Mineiro

 

O São Paulo criou múltiplas chances no primeiro tempo e poderia ter construído uma goleada no Mineirão, em Belo Horizonte. Mas perdeu oportunidades, teve um gol anulado por um questionado impedimento e viu o Atlético-MG tomar conta do jogo na sequência: 3 a 0.

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, a equipe tricolor tinha a chance de igualar a pontuação do primeiro colocado Internacional, mas parou nos 13 pontos. O time mineiro chegou aos 12 e se juntou à briga pelo topo da tabela.

Alan Franco aproveitou as duas bolas que teve na etapa inicial, após falhas na saída e no sistema de marcação de Fernando Diniz. Jorge Sampaoli, comandante alvinegro, foi mais feliz e ainda comemorou um gol de cabeça de Jair no segundo tempo.

Em suas propostas de ficar com a bola e pressionar a saída do adversário, quem começou a partida executando a estratégia de maneira mais eficiente foi o São Paulo. A equipe tricolor conseguia seus desarmes na frente e criava oportunidades com facilidade e frequência.

Luciano, na frente do gol, pegou rebote e acertou o travessão, que voltou a salvar o Atlético-MG em chute de fora da área de Paulinho Boia. Na sequência, Liziero falhou na cara do goleiro. E Luciano chegou a balançar a rede, um gol anulado por um impedimento milimétrico.

O lance foi checado pelo árbitro de vídeo, mas a imagem exibida não convenceu Fernando Diniz, que voltou para o segundo tempo revoltado. Àquela altura, ele já tinha visto a jogada no intervalo e estava perdendo por 2 a 0.

Após a anulação do gol, aos 29 minutos, o São Paulo caiu muito e o Atlético-MG cresceu. Aos 34, após desarme de Jair em Tchê Tchê, Alan Franco recebeu na cara de Volpi para abrir o placar. Aos 44, Alan Franco voltou a pegar a zaga mal posicionada e ampliou.

Aí, o time tricolor desabou de vez. Os donos da casa voltaram para a etapa final com ampla superioridade e chegaram ao terceiro gol aos 13 minutos, em escanteio completado por Jair. Desajustada e pior após as substituições, a equipe do Morumbi escapou de levar mais gols.

ATLÉTICO-MG
Rafael; Mariano, Igor Rabello, Alonso e Guilherme Arana (Fábio Santos); Jair (Guga), Allan, Alan Franco e Hyoran (Marrony); Keno (Marquinhos) e Eduardo Sasha (Savarino). T.: Jorge Sampaoli
SÃO PAULO
Volpi; Igor Vinicius, Diego Costa, Léo e Liziero; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Vitor Bueno) e Hernanes (Igor Gomes); Luciano, Pablo (Toró) e Paulinho (Brenner). T.: Fernando Diniz
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Fernando Diniz (SAO)
Gols: Alan Franco (CAM), aos 34min e aos 44min do 1ºT; Jair (CAM), aos 13min do 2ºT

Fonte: FOLHAPRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI