Grêmio vence Coritiba em casa e se reabilita no Brasileirão - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

8 de out. de 2020

Grêmio vence Coritiba em casa e se reabilita no Brasileirão

 FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

O Grêmio quebrou uma sequência de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Coritiba pelo placar de 2 a 1, na noite desta quarta-feira, na sua arena, pela 14ª rodada. A reabilitação veio com gols de Luiz Fernando e David Braz. Nathan Silva diminuiu na etapa final.

A vitória levou o Grêmio aos 17 pontos, abrindo distância para a zona de rebaixamento. O Coritiba, por outro lado, voltou a perder e continuou dentro da degola, com apenas 12 pontos conquistados em 14 jogos disputados na competição, fazendo com que o técnico Jorginho comece a balançar no cargo.

Com o pior ataque do Brasileirão e ainda sem Ricardo Oliveira, o Coritiba foi para Porto Alegre e pouco conseguiu pressionar o Grêmio no primeiro tempo, com exceção de um gol de Robson, que acabou sendo anulado pelo VAR. O árbitro assinalou impedimento do atacante, que havia feito uma linda jogada para marcar.

Mas antes, o Coritiba já havia levado dois gols. Acostumado a pressionar no início de dos jogos, o Grêmio foi feliz em abrir o placar logo aos dois minutos. Diogo Barbosa cruzou na medida para Luiz Fernando, que só teve o trabalho de empurrar. O segundo foi aos dez. Pepê arriscou de longe e viu a bola cair nos pés de David Braz. O zagueiro, como um camisa 9, jogou no fundo das redes.

Após ter o gol anulado, o Coritiba caiu de produção e voltou a assistir o Grêmio jogar. O time gaúcho, no entanto, não teve pressa, fez a bola rolar até encontrar Matheus Henrique. O volante exigiu boa defesa do goleiro Wilson para evitar um placar ainda mais elástico na Arena.

Jorginho mexeu no intervalo e abriu mão de um zagueiro para colocar o time para frente, principalmente com a entrada de Neílton. O Coritiba tentou uma pressão, mas viu um Grêmio praticamente todo postado defensivamente, com a clara intenção de se poupar e segurar a vantagem construída na etapa inicial.

Sem conseguir infiltrar a defesa adversária, o Coritiba conseguiu diminuir na bola parada. Após cobrança de escanteio, Nathan Silva apareceu sozinho para desviar para o fundo das redes. O gol acordou o Grêmio, que começou a criar boas oportunidades no contra-ataque. Em uma delas, Guilherme Azevedo fez Wilson trabalhar com os pés.

Nos minutos finais, o Coritiba se atirou totalmente ao ataque, mas não conseguiu buscar o empate. O Grêmio também não se escondeu e ainda tentou com Guilherme Azevedo, mas sem sucesso. Renato Gaúcho, então, aproveitou para colocar Marcelo Oliveira em campo. O volante não jogava há mais de um ano por conta de uma sequência de lesões. Ele fez sua despedida do futebol para virar supervisor da equipe gaúcha.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Fortaleza no sábado, às 19h, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). No domingo, às 16h, o Grêmio visita o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP).

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 1 CORITIBA
GRÊMIO - Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Guilherme Azevedo), Matheus Henrique e Robinho (Maicon); Luiz Fernando (Thaciano), Diego Souza (Isaque) e Pepê. Técnico: Renato Gaúcho.
CORITIBA - Wilson; Natanael, Rodolfo Filemon (Nathan Silva), Sabino e William Matheus; Hugo Moura (Pablo Thomaz), Ramón Martinez (Neilton), Matheus Sales e Guilherme Biro (Giovanni Augusto); Robson e Gabriel (Yan Sasse). Técnico: Jorginho.
GOLS - Luiz Fernando, aos dois e David Braz, aos dez minutos do primeiro tempo. Nathan Silva, aos 26 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC)
CARTÕES AMARELOS - Matheus Henrique e Paulo Miranda (Grêmio); Neílton e Ramon Martínez (Coritiba)
LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Fonte: Estadão Conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI