Trio é suspeito de faturar R$ 250 mil em golpe do falso depósito em Teresina - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de out. de 2020

Trio é suspeito de faturar R$ 250 mil em golpe do falso depósito em Teresina

 Foto: Roberta Aline

Uma mulher de 35 anos, identificada como Deusilene de Sousa Paixão, foi presa em flagrante, na tarde desta quarta-feira (14), por receptação. Ela é suspeita de participar de um trio que pratica estelionato através do site de vendas OLX.

A prisão foi feita por policiais do 12º Distrito Policial em uma casa localizada no Centro de Teresina. Na ação, o marido de Deusilene, também suspeito de participar do golpe, conseguiu fugir.

Segundo o delegado Ademar Canabrava, Deusilene, o marido e o cunhado , identificados como Bruno e Breno,  praticavam o golpe do falso depósito bancário em compradores do site OLX. Eles são naturais de São Paulo e estariam em Teresina há três meses somente para cometer os estelionatos. De acordo com as investigações, durante os 90 dias em que estão na capital, o trio já teria faturado R$250 mil. 

Vítimas procuraram o 12º DP para denunciar que venderam objetos para os suspeitos do golpe, que chegavam a enviar falsos comprovantes de Transferência Eletrônica Disponível-TED para os vendedores. 

As vítimas entregaram os objetos aos golpistas antes de conferir se os valores estavam creditados em conta.  "No site OLX tem o maior índice de estelionato.Quando você bota um objeto para vender ,qualquer que seja o objeto a pessoa se manifesta a comprar e aí na troca de informações no Whatsapp a pessoa faz um TED falso e a vítima entrega  o objeto antes de conferir se o valor está na conta bancária. O golpista contrata um motorista de aplicativo para buscar o objeto onde a vítima estiver", explica o delegado Canabrava.

Após denúncias, policiais montaram campana e seguiram o carro do motorista de aplicativo que estava entregando o objeto para os suspeitos de estelionato.  

Foto:Natanael Sousa

Na casa onde os suspeitos estavam, localizada próximo ao 25º BC, a  polícia encontrou 6 iphones, óculos, caixas de som  e outros objetos "vendidos" para os golpistas. O delegado Canabrava disse que, em depoimento, Deusilene disse que o marido já comprou mais de 30 celulares através da OLX, joias caras e até cachorros. 

Ainda segundo o delegado,a suspeita é de que mais pessoas pratiquem o golpe do falso depósito bancário em Teresina. Deuslene, o marido e o cunhado alugaram uma casa no Centro de Teresina e outra no bairro Buenos Aires para guardar os objetos adquiridos através do estelionato. 

Canabrava faz uma alerta para que outras pessoas não sejam vítimas. "Antes de você entregar o objeto que vendeu confira se o dinheiro está na conta. Se tiver, entregue o objeto. Se não tiver, é golpe", alerta Canabrava. 

O delegado informou que vai pedir à Justiça a prisão preventiva de Breno e Bruno.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI