W.Dias e governadores se reúnem com Pazuello para tratar de vacinação - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

8 de dez. de 2020

W.Dias e governadores se reúnem com Pazuello para tratar de vacinação


Wellington Dias (PT) e governadores de outros Estados participam de uma reunião na manhã desta terça-feira (08) com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a vacinação contra a Covid-19 no Brasil. O objetivo do encontro é definir de fato, junto com o governo, um cronograma para vacinar a população. As cobranças de estados e municípios para que o governo do presidente Jair Bolsonaro apresente um planejamento detalhado do plano nacional de imunização contra a Covid-19 vem aumentando nos últimos dias. As informações são do G1 DF. 


Entre os governadores que foram ao Planalto estavam: Wellington Dias (PT), do Piauí; Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte; Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco; Gladson Cameli (PP), do Acre; Helder Barbalho (MDB), do Pará; e Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás. Outros decidiram participar por videoconferência.A reunião ainda não havia se encerrado, até o fecgamento desta matéria. 

Também nesta terça, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou uma nota reivindicando que o governo federal adquira todas as vacinas reconhecidas como seguras e eficazes contra a doença e organize a distribuição por todo o país. Pedido semelhante ao feito por secretários de Saúde.

Divulgação/ CCom


Até agora, o governo divulgou uma estratégia preliminar, dividida em quatro etapas. Em cada etapa, vai ser vacinada uma parcela diferente de categorias consideradas mais vulneráveis ou expostas ao coronavírus. O Ministério da Saúde informou que a expectativa é imunizar 109,5 milhões de pessoas em 2021.

Na segunda-feira (7), o governo federal anunciou que deve assinar nesta semana o memorando de intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina produzida pela Pfizer e pela Biontech. Até então, o governo tinha acordo só com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido, e a farmacêutica AstraZeneca.


O instituto Butantan, em São Paulo, desenvolve a vacina Coronavac em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. No Paraná, o governo local assinou uma parceria com a Rússia para desenvolvimento da vacina Sputnik V. No Distrito Federal, está em fase de testes a vacina belga produzida pelo laboratório Janssen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI