Wellington Dias quer que governo federal explique indefinição sobre vacina contra Covid - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

7 de dez. de 2020

Wellington Dias quer que governo federal explique indefinição sobre vacina contra Covid

 Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), participará de reunião entre os governadores do país e o Ministério da Saúde para pedirem . Os governadores pedem um plano de vacina e destacam a necessidade de que a vacina de parte da população possa começar em janeiro de 2021. Wellington questiona os motivos para que o Governo Federal defenda que a vacinação só ocorra no final de março.

Para o governador não há explicação. "Estou indo amanhã para Brasília com outros governadores. Pedi, em nome do Fórum de Governadores do Brasil e do Consórcio Nordeste, uma agenda com o ministro Pazzuello. Não é razoável que o Brasil tenha ainda uma situação de muitas indefinições. Se já temos vacinas como a de Oxford, que já foi testada no Brasil, que tem uma agência reguladora como a do Reino Unido, parte da Organização Mundial da Saúde  (OMS) onde o Brasil também é parte. A OMS já tirou procedimento que aprovada por uma das agências reguladoras por ela credenciada, é praticamente no automático o reconhecimento nas outras. Se temos a Fiocruz, preparada e pronta para produzir essa vacina, em condições de entregar  o mais rápido possivel 40 milhões de unidades, que permite vacinar as pessoas com mais de 60 anos, com comorbidades, as pessoas do sistema de saúde, de segurança, que vão trabalhar na vacinação".

"Ou seja, que estão em maior risco. Se podemos evitar 20 mil mortes em um único mês, porque vamos esperar morrer 60 mil pessoas e esperar mais 90 dias? Por que não se faz um trabalho com a vacina da Pfizer?  Se o Piauí se preparou e pode armazenar a vacina da Pfizer, qualquer lugar do Brasil pode. A vacina também já está sendo utilizada. A equipe da Anvisa foi à China, já avaliou, já acompanha no Brasil. E pode entregar mais 40 milhões de doses. Se podemos vacinar com 1°dose, por quê esperar?", questiona.

Wellington Dias também pede que o Congresso participe dessa discussão.

"É algo que não é racional. Nem posso dizer que seria uma questão política. É isso que apresentamos. Queremos discutir com o Congresso, Poder Executivo e Supremo. Estamos autorizados a comprar. O Congresso vai votar fonte de recursos para compra das vacinas", destaca.

O secretario de Saúde, Florentino Neto, destacou carta assinada pelo Conselho dos Secretários de Saude do pais. Segundo ele, o governo precisa tomar uma decisão. 

"Consideramos que o programa de imunização deve levar em conta o esforço. Que seja uma estratégia nacional de vacinação. Entendemos a estratificação da população. É preciso ter o compromisso de comprar a quantidade necessária para imunizar toda a população. Nenhuma vacina deve ser descartada. Falta uma decisão e não sabemos os motivos", afirma.


Inauguração da Piauí Conectado

As declarações do governador foram dadas durante a inauguração da nova sede do Piauí Conectado. O espaço é uma das estruturas mais modernas do estado e fica localizado no bairro São Pedro, na zonal sul de Teresina. A sede vai abrigar o Centro de Controle e Operação da empresa, ambiente onde todos os serviços de rede do Governo do Estado serão monitorados 24 horas por dia.

De acordo com o diretor-presidente da Piauí Conectado, Emerson Silva, cerca de 15 milhões de reais foram investidos no espaço, com equipamentos que oferecem os últimos avanços tecnológicos em processamento de dados.

“A partir do Centro de Controle, nossa equipe monitora a rede 24 horas por dia, para garantir que ela esteja 100% segura e disponível. Graças a esta grande estrutura de conexão, todos os piauienses serão beneficiados com a ampliação na qualidade dos serviços públicos ofertados em órgãos como escolas, hospitais e delegacias”, afirma.

Com mais de 1500m² de área construída, o novo espaço da Piauí Conectado também abriga o data center Tier III, o mais moderno do estado. Funcionando como o centro nervoso do projeto, a estrutura armazena todos os dados e é responsável por transmitir toda a comunicação de rede e internet para a Administração Pública estadual.

A nova sede da Piauí Conectado respira tecnologia. Os acessos aos espaços principais são controlados por leitoras de reconhecimento facial, com propriedades que, além de identificar os usuários, também avaliam o uso de máscara e medem a temperatura, atendendo assim aos protocolos de saúde.

Trazendo maior praticidade, o prédio conta ainda com um sistema de automação para iluminação e ar-condicionado com diversas formas de interação, como o controle por smarthphone e comando por voz através da Alexa, câmeras inteligentes, lousas digitais touch screen e equipamentos de videoconferência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI