Secretário defende que retorno das aulas seja híbrido e no dia 18 de fevereiro - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

5 de jan. de 2021

Secretário defende que retorno das aulas seja híbrido e no dia 18 de fevereiro

 Foto: Romulo Piauilino/PMT


O início do ano letivo 2021 na rede municipal de ensino  em Teresina está previsto para começar no dia 18 de fevereiro. O novo secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, participou de reunião com o prefeito Dr. Pessoa para discutir a elaboração de um plano de retorno das aulas presenciais na rede pública, devido a pandemia do novo coronavírus. O retorno ocorrerá de forma híbrido. 

Nouga informou que a proposta será encaminhada ao Conselho Municipal de Educação para que seja analisada. 

O secretário explica que os alunos da rede municipal de ensino vão encerrar o ano letivo de 2020 no dia 03 de fevereiro de 2021. “Eles terão férias de 15 dias com retorno das aulas já para o ano letivo de 2021 no dia 18 de fevereiro”.

“Atualmente as aulas estão completamente remota por meio de canais de televisão e plataforma eletrônica. A tendência é de ser híbrido”, ressalta o secretário. 

O secretário acrescenta que prefeito solicitou relatório sobre a situação encontrada no período de transição entre as gestões.  A nova gestão manterá a metodologia usada na gestão do Firmino Filho para concluir o ano letivo de 2020 que encerra no início de fevereiro.  “As mudanças serão para o período letivo de 2021". 

Foto: Roberta Aline

Aprovação dos alunos

Nouga informou que seguirá a orientação do Ministério da Educação de aprovação de todos os estudantes no ano de 2020 e reforçar em 2021 as disciplinas para os que tiveram dificuldades no aprendizado. 

“Os alunos que tiveram notas suficientes vamos promovê-los as séries seguintes e aqueles que não têm, fazer um levantamento de como está o nível de aprendizado dos conteúdos para que a gente possa recuperar o conteúdo e permitir que os estudantes avancem nas séries seguintes”.

Não haverá reprovação é a proposta do secretário, visando a transmissão de conteúdos necessários a série de 2021 e a recuperação dos conteúdos que eventualmente não foi aprendido pelo estudante. 

“Vamos discutir com o Conselho Municipal de Educação e com os diretores de escolas e a tendência é ensino híbrido”.

O secretário disse  ainda que a maioria das escolas está preparada para o retorno presencial com pias, álcool em gel e medidas para evitar aglomerações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI