Medicamento e álcool formam uma mistura perigosa - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

18 de fev. de 2021

Medicamento e álcool formam uma mistura perigosa

 Roberta Aline

O consumo de bebida alcoólica faz parte dos hábitos sociais. De acordo com levantamento, quase 80% das pessoas já consumiram álcool em algum momento da vida, seja com menor ou maior intensidade.

Esta substância atua no sistema nervoso central inicialmente como estimulante, causando euforia e desinibição. Na sequência, funciona como um depressor, prejudicando por exemplo a coordenação motora e a fala.

Quando combinado com determinados medicamentos, a bebida alcoólica pode tanto prejudicar o tratamento quando provocar danos maiores para a saúde.

Orientação

Boa parte das complicações ocorre no fígado. Tanto o álcool quanto os antibióticos são metabolizados neste órgão. Com isso, o uso das duas substâncias ao mesmo tempo pode sobrecarregá-lo. As lesões formadas provocam problemas como: hepatites e cirrose. É possível também que ocorra a falência do órgão.

A combinação do álcool com medicamentos pode ainda potencializar o efeito depressor, levando a pessoa a apresentar reações adversas. Na lista de substâncias mais encontradas e com maior risco de apresentar reações encontramos: fenobarbital, diazepan, hidroxizina e loratadina.

Por conta disso, é muito importante evitar o consumo de bebida alcóolica durante o tratamento. Além disso, é necessário priorizar hábitos saudáveis para evitar complicações para a saúde. Por tanto, evite o excesso de álcool e mantenha uma dieta equilibrada, assim como pratique atividade física regularmente.

 

Estadão Conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI