Piauí deve receber novo lote de vacinas CoronaVac até segunda, diz secretário - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

6 de fev. de 2021

Piauí deve receber novo lote de vacinas CoronaVac até segunda, diz secretário

 Foto: Governo do Estado de São Paulo

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, confirmou que o Governo Federal deve enviar mais um lote de vacinas CoronaVac (Instituto Butantan) ao Piauí neste final de semana. A remessa, que contará com 36.800 doses, será destinada aos idosos com 90 anos ou mais. Essa remessa também incluirá os profissionais de saúde. O secretário ressalta que os idosos não precisam passar por agendamento para receber a vacina nos postos de saúde. Florentino Neto acredita que - passando essa remessa - as próximas vacinas poderão atender um novo público. 

“Nós aguardamos para a próxima semana a divulgação de outro envio de vacinas para que nós possamos atender um novo público”, diz.  Até agora, “nós já atendemos a todos os idosos de 60 anos (ou mais) que residem em abrigos e todas as pessoas com deficiência que também residem em abrigos. Nós atendemos até agora 60% dos profissionais de saúde. Com as vacinas que vamos receber, nós vamos chegar a 73% dos profissionais de saúde”, explica o secretário. 

Vacinação

Assim que chegar ao estado, a Sesapi irá realizar a distribuição das vacinas aos municípios. “Os municípios recebendo já têm a ordem para começar a vacinação das pessoas com 90 anos ou mais”, diz. 

O secretário esclarece que não existe agendamento prévio para a vacinação. As pessoas a ser vacinadas nesta fase – que agora inclui os idosos com 90 anos ou mais – bastam ir até um posto de vacinação do município com os documentos pessoais para receber a primeira dose. 

“A vacinação está destinada a esse público dimensionado pelo Ministério da Saúde pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Cada pessoa vai à Unidade Básica de Saúde. Vai ser cadastrado o nome da pessoa, a data de nascimento, a idade, o CPF ou o cartão SUS (Sistema Único de Saúde). Com esses dados, o Ministério da Saúde, os órgãos de controle e a Secretaria de Saúde controlam e supervisionam a campanha de vacinação”.  

A vacina da Covid-19 ocorre em duas etapas. Assim que o idoso receber a primeira dose da vacina, ele terá o indicativo da data para que a segunda dose da vacinação aconteça. A data ficará registrado no cartão SUS.

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI