Professores pedem suspensão de aulas presenciais por duas semanas - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

12 de mar. de 2021

Professores pedem suspensão de aulas presenciais por duas semanas

  Imprimir

O Sindicato dos Professores e Auxiliares da Administração Escolar do Estado do Piauí (Sinpro) considera alarmante a situação da pandemia no estado e faz um apelo para a suspensão da aulas presenciais e manutenção do ensino remoto por duas semanas. Marcelo Amorim, secretário geral da categoria, diz que o Ministério Público do Trabalho será acionado. Ele chama atenção ainda para a quantidade de professores infectados pelo novo coronavírus e revela que das 396 escolas privadas, apenas 50 tiveram aprovado o plano de controle para a Covid-19. 

"As escolas são obrigadas a protocolar no sistema o plano de controle para a Covid, que é o plano de segurança sanitária e controle da covid. Das 396 escolas cadastradas, apenas 216 encaminharam o plano e dessas 74 tiveram os planos indeferidos e 92 tiveram os planos não aceitos. Então, só 54% informaram e dessas ainda tivemos quem não estava de acordo com o protocolo e essas escolas estão trabalhando", informou o representante do Sinpro. 

Marcelo Amorim diz que, até o início da semana, 30 professores tinham testado positivo para a doença e ontem (11) mais cinco professores também foram diagnosticados. De acordo com Sinpro, apesar dos números, ainda há subnotificação. 

"As dez maiores escolas já tiveram aulas suspensas parcialmente ou totalmente em um turno. A gente pede a sensibilidade da sociedade, dos donos de escolas. ", pede o secretário geral do Sinpro.

 

REUNIÃO

Marcelo Amorim conta que o sindicato vai acionar  Ministério Público do Trabalho. Nesta quinta-feira (11) houve uma reunião com representantes do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino (Sinepe), Associação de Mães- que faz um movimento para a manutenção das aulas presenciais- e membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE). contudo, segundo Marcelo Amorim, mesmo com os dados das autoridades sanitárias em saúde, não houve indicação de que as aulas presenciais fossem suspensa. 

"Foi alarmante as informações que foram repassadas pelos representantes do COE, autoridades sanitárias em saúde, por conta do alto índice de transmissibilidade, estamos numa pontuação de 1 para 3 que é altíssimo. Estamos fazendo um apelo ao governador e a sociedade que a gente suspenda essas aulas por uma ou duas semanas até que o quadro possa se normalizar. Não é a suspensão de aulas, é a suspensão de aulas presenciais e manuntenção
das aulas remotas. A categoria está trabalhando muito mais porque ans aulas remotas nosso trabalho triplicou

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI