Reunião definirá pontos para vacinação contra influenza no Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

13 de abr. de 2021

Reunião definirá pontos para vacinação contra influenza no Piauí



A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (H1N1) iniciou em 12 de abril e vai até 9 de julho. O Ministério da Saúde pretende vacinar 90% dos grupos prioritários, de um total de 79,7 milhões de brasileiros, contra o vírus da Influenza, mais conhecido como o vírus da gripe. No Piauí será realizada uma reunião na tarde desta terça-feira (13) para definir a logística de como o processo de vacinação deverá acontecer.

Devem comparecer aos postos de vacinação, neste primeiro momento, crianças entre seis meses e cinco anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres com filhos até 45 dias). O Ministério da Saúde deverá distribuir 80 milhões de doses. A campanha deverá acontecer em etapas, para o inicio da vacinação foram enviadas 109.600 doses para o Piauí.

A Sesapi ressalta a necessidade da vacinação contra a gripe para evitar complicações, internações e a mortalidade decorrente das infecções causadas pelo vírus da Influenza. Além disso, é necessária para evitar sobrecarga nos sistemas de saúde neste período de pandemia, uma vez que a demanda pelos serviços de saúde, devido a infecções pela Covid-19, aumentaram consideravelmente.


Reunião da Sesapi com Ministério define vacinação - Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

A reunião desta tarde discutirá, entre outros pontos, a estratégia da vacinação. Por causa da pandemia, a vacinação deve ocorrer em três etapas, conforme a realidade de cada município, que também terá autonomia para definir as datas de mobilização (Dia D). As orientações do Ministério da Saúde apontam ainda que, caso a pessoa se enquadre como contemplada no grupo prioritário para influenza e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, deve ser priorizada a vacinação contra a Covid-19 , respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

“É importante lembrar que ambas as vacinas são importantes e uma não substitui a outra. Ou seja, quem tomar a vacina contra a gripe não ficará imune contra o novo coronavírus. Ainda assim. Todos os protocolos de saúde e segurança deverão ser mantidos durante a imunização. Mesmo com o início da campanha em abril, a imunização contra o novo coronavírus será mantida conforme cronograma”, lembra o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI