Jovem morto pode ter sido jogado no rio ainda com vida, diz DHPP - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

3 de jun. de 2021

Jovem morto pode ter sido jogado no rio ainda com vida, diz DHPP

 Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Delegado Robert Lavor 

 

O jovem de 19 anos, identificado como João Pedro Rocha Coelho, encontrado morto nesta quarta-feira (2) dentro do rio Poti, pode ter sido jogado nas águas ainda com vida. A possibilidade é investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que confirmou que pedras foram encontradas amarradas junto ao corpo do jovem, possivelmente para dificultar qualquer possibilidade de sobrevivência. 

De acordo com o delegado Robert Lavor, peritos também identificaram uma perfuração nas costas do jovem, que teria sido ocasionada por uma projétil de arma de fogo. A polícia aguarda agora a conclusão dos exames cadavéricos para determinar qual a real causa da morte. 

"No local, o que a gente percebeu é que havia uma lesão na região das costas, por projétil de arma de fogo, também percebemos que junto ao corpo estavam amarradas uma ou duas pedras, isso estava dificultando a remoção. Coube ser feito um exame cadavérico pelo medico legista, que vai definir a causa da morte, se foi só o projétil de arma de fogo ou fato dele ter sido jogado no rio e junto ao corpo ter pesos, pedras que dificultaram qualquer chance de sobrevivência dele naquele rio", explicou o delegado Robert Lavor. 

Ainda na tarde de ontem, familiares de João Pedro fizeram o reconhecimento do corpo do jovem. 

As investigações continuam a cargo do DHPP, que busca informações sobre a autoria e a motivação do crime. 

Uma das suspeitas iniciais é que o jovem tenha sido morto durante um julgamento do tribunal do crime, por membros de facções criminosas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI