W. Dias revela busca por mais 100 milhões de doses de vacinas contra Covid - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

3 de jun. de 2021

W. Dias revela busca por mais 100 milhões de doses de vacinas contra Covid



Coordenador da temática vacina no Fórum dos Governadores, o piauiense Wellington Dias (PT) participou nesta quinta-feira, 03 de junho, da 33ª edição do Fórum Nacional 'Pandemia e a Crise Estadual'. Na ocasião, o presidente do Consórcio Nordeste revelou o posicionamento acertado ontem (02) com os demais líderes estaduais para a busca de mais 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19; eles não aceitam que a meta seja cumprida apenas em dezembro, impondo setembro como limite.

"Ontem aprovamos no Fórum dos Governadores do Brasil, eu estou hoje como presidente do Consórcio Nordeste e coordenador da temática vacina, e tomamos o desafio para nós, de conseguir mais 100 milhões de doses de vacinas para o Brasil".

Wellington Dias revela busca para mais 100 milhões de vacinas (Foto: Reprodução)

Neste sentido, as articulações englobam desde os laboratórios a representantes de outros países, e continentes. Dias conclama um olhar humanitário para o país dada a situação atual em que o Brasil 'representa um risco para o mundo'. "Vacinas que já estão em contrato com a Fiocruz, vacinas que já estão no entendimento com o Butantan,com a União Química, a Pfizer, a Covaxin, tá prevista para amanhã a apreciação de compra de 37 milhões de doses da Sputnik, não é razoável que não tenhamos um olhar para uma organização melhor na questão das vacinas, a ideia é que tenhamos com os Estados Unidos, ONU, Europa, um olhar especial, humanitário mesmo para o Brasil, hoje o problema não é o Brasil, é um problema e um risco para o mundo e queremos com essa meta de mais 100 milhões de doses colocar o Brasil em setembro", disse.




Caso o Brasil não avance na imunização e mantenha o atual patamar, o governador piauiense prospecta um isolamento, trazendo danos para a economia, tendo em vista que nossos principais parceiros comerciais estão num nível mais avançado.

"Se não o Brasil vai ficar isolado do mundo, como um país de alto risco, as mesmas medidas que achamos natural adotar contra a Índia, é fundamental para que cheguemos em setembro no patamar dos país que temos maior relação comercial, esses país já chegaram ou estão chegando acima de 50%, temos que sair dessa coisa atrasada de colocar prazos de 3/4 meses para a segunda dose, então isso é essencial para salvar vidas. Deixa 2022 para tratar em 2022".


Dias pontua que comemorou a antecipação da tecnologia do IFA, ressaltando a luta travada pelos governadores para que tal contrato fosse fechado. "Ontem eu comemorei quando o presidente Jair Bolsonaro assinou, é uma luta que traçamos na antecipação da tecnologia do IFA.Temos que casar esse cronograma acelerado de vacinas para ter um crescimento seguro, para ter um crescimento seguro temos que ter um plano", finalizou.




francyteixeira@meionorte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI