B-R-O-Bró provoca piora de doenças respiratórias e ressecamento de pele - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

2 de set. de 2021

B-R-O-Bró provoca piora de doenças respiratórias e ressecamento de pele



O período de BR-O-BRÓ já teve início e com ele as altas temperaturas e calor intenso no Piauí. Esse cenário mais quente e com pouca chuva provoca a baixa umidade relativa do ar e piora o quadro de algumas doenças respiratórias como rinite, asma e tosse alérgica, como também no ressecamento labial e de pele, irritabilidade nasal e de garganta. Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) revelam que em Teresina a umidade do ar está em torno de 31%, temperatura média de 35º e sensação térmica de 35,3º.

A meteorologia prevê temperaturas de até 39º e baixa umidade. Antônio Luís de Lima, otorrinolaringologista da clínica Dmi, informa como o calor intenso afeta a saúde respiratória. "Essa época se caracteriza por piora dos processos alérgicos tanto de via aérea superior, como via aérea inferior. Ocorre também um aumento da irritabilidade nasal e de garganta, isso tudo porque há uma perda da barra de proteção mucoide, se fica desidratado e aumenta a chance de irritabilidade com substâncias irritativas e potencialmente alergênicas. Além disso, a perda dessa barra mucoide vai gerar uma chance maior de infecções virais e bacterianas", explica.


Antônio Luís de Lima - Otorrinolaringologista - Foto: Ascom


A pele também tem sido atingida fortemente nesse período e cuidados são necessários para a proteção corporal. O dermatologista Lauro Rodolpho recomenda o uso de protetor solar em horários específicos do dia. “Na nossa região, as altas temperaturas são bem intensas desde as primeiras horas do dia. A partir de 8h ou 8h30 da manhã a radiação já é bem incômoda para a pele e diante disso, eu recomendo que a partir desse horário as pessoas já utilizem o protetor solar para se proteger do sol. Mas o horário crítico de radiação é entre 10h e 15h. Analisando o cenário climático do nosso Estado, já recomendo cuidados de 8h até as 16h30. A queimadura acontece se o indivíduo estiver exposto à radiação, principalmente, à radiação ultravioleta do sol. Em nossa região, para que o calor cause queimaduras é difícil porque não há temperatura suficiente para isso. Mas a sensação térmica pode ser muito incômoda para o indivíduo”, disse.

Lauro Rodolpho - Dermatologista - Foto: Ascom

O Inmet orienta que as pessoas bebam bastante líquido e evitem a exposição ao sol e atividades físicas ao ar livre nos horários mais quentes. "Sempre que tiver a sensação de piora dos sintomas, seja irritabilidade de via aérea ou até mesmo falta de ar, tente sempre fazer a compensação com o uso de bacia de água ou umidificador de ar nos ambientes que frequentar mais, principalmente nos ambientes domésticos, à noite, por exemplo. Isso é algo que ajuda bastante a melhorar a qualidade de vida de todos", conclui o otorrinolaringologista Antônio Luís de Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI