Economia: indústrias piauienses necessitam de inovação e de incentivo - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de out. de 2021

Economia: indústrias piauienses necessitam de inovação e de incentivo



Ao longo do ano de 2021, a indústria piauiense tem alcançando grandes avanços no volume de produção e no nível de utilização de capacidade instalada. Contudo, o setor ainda enfrenta dificuldades devido às taxas cobradas e impostos de produtos referente aos frequentes aumentos de preços no Brasil e em especial no Piauí. O Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI) defende que o setor necessita de inovações e maior incentivo por parte do Governo Estadual para que o segmento provenha de maior desenvolvimento e crescimento econômico.

Um dos principais tripés para a renovação da indústria do Piauí é a inovação. Andrade Júnior, presidente do CIEPI, informa os benefícios que o incentivo e inovação tecnológica podem trazer ao setor industrial. “É preciso ter um forte investimento público na tecnologia, ciência e pesquisa para se ter uma indústria mais pujante e desenvolvida. A Federação das indústrias do Estado do Ceará (FIEC) tem um índice muito interessante, que é o índice FIEC de inovação. Nesse parâmetro eles colocam qualidade da graduação do Estado, qualidade da pós-graduação, recursos públicos colocados na ciência e tecnologia e também a quantidade de doutores e mestres que estão dentro do chão de fábrica. Para se ter uma ideia, a posição do Piauí nesse quadro avaliativo está na 21ª colocação. Isso prova que precisamos investir mais na ciência e inovação", disse.

Andrade Júnior, presidente do CIEPI - Foto: Ascom

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) revisou para baixo a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) da indústria para 2021. A nova previsão é de alta de 6,1% ante 6,9% feita em julho, de acordo com o Informe Conjuntural do 3º trimestre. O PIB brasileiro deve se expandir 4,9%. No Piauí, a perspectiva para os próximos meses de aumento da demanda por produtos apresentou percentual de 68,2% em julho de 2021, índice superior ao do mês de junho que foi de 58,7%. O otimismo foi maior até que o da região Nordeste com perspectivas de aumento da demanda por produtos de 51% em julho de 2021.

Andrade Júnior comenta ainda sobre a parceria que está sendo realizada com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). “Estamos com uma parceria muito forte com o Instituto Federal do Piauí, nós estamos bem avançados nos diálogos e tivemos diversas reuniões. A ideia é levar os mestres e doutores para as indústrias, nós acreditamos que essa ação irá contribuir para o desenvolvimento e de inovações no setor. Com essa ação nós trazemos a academia para dentro das indústrias”, conclui o presidente do CIEPI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI